20.06.2021  /  9:03

Mês do orgulho LGBTQIA+: Glamurama indica quatro produções com o tema deste ano “HIV/AIDS: Ame+ Cuide+ Viva+”

Créditos: Divulgação

Criado e celebrado em 28 de junho, o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+ é uma homenagem a um dos acontecimentos mais marcantes na luta contra a homofobia: a Rebelião de Stonewall Inn. O episódio aconteceu em 1969, em Nova York, quando um bar frequentado predominantemente por homossexuais sofreu uma série de invasões. A resposta foi a organização de protestos espalhados por várias cidades norte-americanas a favor dos direitos da comunidade gay.

De lá para cá, todo junho o mundo inteiro vai às ruas para comemorar as vitórias do movimento, lutar contra o preconceito, reivindicar direitos e – é claro – espalhar o amor. Com um tema diferente a cada ano, em 2021 é a vez de falar sobre “HIV/AIDS: Ame+ Cuide+ Viva+”. Para celebrar e ajudar na conscientização, Glamurama entrega quatro produções que abordam o assunto.

BOHEMIAN RHAPSODY (2018)
Gallileo, Gallileo! Durante pouco mais de duas horas, “Bohemian Rhapsody” conta a história da banda Queen com muita música e atuação de Rami Malek digna de prêmio de Melhor Ator no Oscar 2019. Além de trazer momentos marcantes do grupo, como as apresentações no Rock in Rio e no festival Live Aid, a trama ainda retrata os momentos finais de Freddie Mercury, que era portador do vírus HIV e morreu vítima de uma broncopneumonia, em 1991. O filme inteiro é de se emocionar e cantar junto. Fica a dica.

CLUBE DE COMPRAS DALLAS (2013)
O drama “Clube de Compras Dallas” conta a história de Ron Woodroof, um eletricista heterossexual de Dallas, cidade do norte do Texas, que descobre estar com AIDS em 1986, uma das épocas mais difíceis da doença. Homofóbico convicto, Ron, interpretado por Matthew McConaughey, leva uma vida de pura farra e exageros. Quando os sintomas da doença começam a aparecer, ele passa a investir na quebra do monopólio da indústria farmacêutica e decide investigar drogas alternativas no México, Amsterdã, China e Japão. O longa foi sucesso nas bilheterias e levou a melhor nas categorias de Melhor Ator, Melhor Maquiagem e Penteados e Melhor Ator Coadjuvante no Oscar de 2014. Filmaço!

HALSTON (2021)
A minissérie “Halston”, da Netflix, é sucesso absoluto. Com apenas 5 episódios, ela é baseada no livro “Simply Halston”, de Steven Gaines e conta as inúmeras reviravoltas da vida do designer de moda. O protagonista dramático e polêmico, interpretado por Ewan McGregor, vive momentos de glória depois de Jacqueline Kennedy escolher um de seus chapéus para a posse de seu marido, o 35.º presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy. Verdadeiro ícone dos anos 70, ele se vê perdido após tomar decisões ruins nos negócios, se esgotar com as drogas e ser acometido pela AIDS.

AIDS DIVA: THE LEGEND OF CONNIE NORMAN (2021)
Essa é para já ficar no radar. O documentário britânico “AIDS DIVA”, sem previsão de lançamento por aqui, conta a história e o legado de Connie Norman, uma ativista pelos direitos da comunidade LGBTQIA+. Nascida no Texas, Connie era transexual. Por ter uma infância difícil em casa, decidiu fugir, aos 14 anos de idade, para as ruas de Hollywood. Tempo depois, em 1976, passou por uma cirurgia de redesignação sexual. Em 1987, foi diagnosticada com HIV e, em julho 1996, aos 47 anos morreu. Uma verdadeira pioneira quando o assunto é ativismo trans. Estamos ansiosos para a estreia.