White Lucent, Discoloration Defense, Pigmentclar e Clair Concentré || Créditos: Divulgação

Melasma? Aqui um guia para mandar embora as manchas que ganham força no verão

06.10.2018  /  9:00

Várias celebridades como Cléo Pires, Mariana Goldfarb, Ivete Sangalo e até Sabrina Sato já falaram sobre o temido melasma e como encararam o problema no rosto. As manchas têm várias causas, mas o tratamento é fácil e os resultados aparecem de acordo com cada pessoa. Como as dúvidas são muitas, fomos atrás e descobrimos os causadores da doença e o que pode ser feito para amenizar os sintomas. Quer tirar todas as dúvidas?

Por Paula Barros para a Revista J.P de setembro

O que é?

Segundo a biomédica Luciana Godinho o melasma é uma doença de pele que provoca o surgimento manchas, normalmente no rosto, em mulheres na faixa dos 20 aos 50 anos. Em homens é raro, mas pode acontecer. Além do rosto, outras partes do corpo podem ser afetadas.

Causas

Exposição ao calor e ao sol em excesso, predisposição genética, além de fatores hormonais, gestação ou uso de anticoncepcionais. Vale lembrar que o mormaço e o calor já são suficientes para que manchas apareçam.

Ivete Sangalo

Como tratar?

O melasma não tem cura e o mais importante é a prevenção. O ideal é se proteger sempre com bonés, chapéus e, principalmente, protetor solar no rosto e no corpo. Durante a gravidez e amamentação a maioria dos tratamentos como peelings e sessões de laser devem ser evitados. “Também é comum o uso de cremes e óleos, mas vale tomar cuidado e consultar um profissional principalmente com os produtos que contenham ácido” entrega a dermatologista Andréa Sampaio da clínica Dermasense.

O que usar?

1- Sérum corretor com cor White Lucent, Shiseido (R$ 299)
2- Sérum Multi-Corretor Discoloration Defense, Skinceuticals (R$ 175,90)
3- Sérum Antimanchas Pigmentclar, La Roche-Posay (R$ 126,53)
4- Clareador intensivo de melasma Clair Concentré, Profuse (R$ 159)

White Lucent, Discoloration Defense, Pigmentclar e Clair Concentré || Créditos: Divulgação