13.09.2019  /  9:00

Meghan Markle e Harry teriam contratado especialista em gestão de crise para fazer as pazes com o público

Meghan Markle e Harry: hora de apagar o incêndio? || Créditos: Reprodução

As críticas que Meghan Markle e o príncipe Harry receberam no mês passado por terem viajado em mais de uma ocasião a bordo de jatinhos ao mesmo tempo em que defendem o meio ambiente com unhas e dentes (pra quem não sabe, os aviões estão entre os maiores poluidores dos ares), parecem ter servido para acender um alerta vermelho entre os assessores palacianos do casal. Isso porque comenta-se que os dois são os mais novos clientes da empresa de relações públicas americana Sunshine Sachs, cujo cofundador e CEO Ken Sunshine é considerado um dos maiores especialistas em gestões de crise do mundo.

O Palácio de Kensington, residência oficial de Meghan e Harry em Londres, não confirma mas também não nega a informação. De qualquer forma é bom frisar que os pais do pequeno Archie já contam com uma profissional com a função exclusiva de cuidar de suas imagens públicas – Sara Latham, que assessorou Hillary Clinton durante a fracassada corrida pela Casa Branca em 2016.

Membros da família real não costumam buscar auxílio externo quando enfrentam problemas com a opinião pública, mas a duquesa e o duque de Sussex não são “royals” comuns e, acima de tudo, Sunshine é mesmo um craque em apagar incêndios: a lista de famosos encrencados que já o procurou para pedir socorro inclui nomes como Michael Jackson, Barbra Streisand, Ben Affleck, Justin Timberlake e até Harvey Weinstein. (Por Anderson Antunes)