14.02.2020  /  10:15

Meghan Markle e Harry fecham escritório que tinham no Palácio de Buckingham e demitem 15 funcionários

Meghan Markle e Harry || Créditos: Reprodução

Parece que o #Megxit não tem mesmo volta, apesar do que chegou a se comentar recentemente no Reino Unido. E a prova de que o “goodbye” de Meghan Markle e do príncipe Harry para a monarquia mais famosa do mundo é mesmo definitiva está no fato de que o casal decidiu fechar o escritório que tinha no Palácio de Buckingham, a residência oficial da rainha Elizabeth II, e que basicamente cuidada de sua agenda oficial quando a duquesa e o duque de Sussex estavam a serviço da monarca.

Como resultado, pelo menos 15 funcionários que davam expediente na repartição real foram demitidos nessa semana, mas todos eles já tinham sido informados no mês passado de que perderiam seus empregos. Alguns poderão conseguir novos “jobs” em outros órgãos da realeza britânica, mas a maioria deles negocia nesse momento o fim de seus respectivos contratos. O Palácio de Buckingham não comentou o assunto até agora.

Entre os novos desempregados, uma é Sara Latham, que foi contratada em março do ano passado por Meghan e Harry para cuidar da comunicação dos dois com a mídia. Latham tem vasta experiência na área, e inclusive foi assessora sênior da campanha presidencial de Hillary Clinton em 2016 (e também trabalhou na Casa Branca para Bill Clinton no final dos anos 1990). Outra é Fiona Mcilwham, uma espécie de “faz-tudo” dos Sussexes, que nem teve tempo de completar cinco meses na função. (Por Anderson Antunes)