13.05.2021  /  14:26

Meghan Markle e Harry estão em ‘guerra patética por popularidade’ com Kate e William, afirma expert em realeza

Meghan Markle, Harry, William e Kate Middleton
Meghan Markle, Harry, William e Kate Middleton || Créditos: Reprodução

Já que não teriam muita chance de se tornarem rainha-consorte e rei da Inglaterra, em razão de sua distante posição na linha sucessória da monarquia do Reino Unido, Meghan Markle e o príncipe Harry disseram adeus à realeza de lá para tentar melhor sorte em Hollywood, um dos poucos lugares do mundo em que ainda são tratados como os “royals” que já não são.

Pelo menos é nisso que acredita Duncan Larcombe, um correspondente real britânico e autor de uma biografia não autorizada sobre o duque de Sussex e sua mulher, “Prince Harry: The Inside Story” (“Príncipe Harry: Os Bastidores da História”, em tradução livre), lançada em 2017.

Entrevistado pelo “Daily Mail” nessa semana, Larcombe disse acreditar que os dois nunca engoliram o fato de que são bem menos populares que Kate Middleton e o príncipe William – que de fato um dia se tornarão rainha-consorte e rei de seu país – e buscaram compensar isso com o #Megxit.

“Eles embarcaram nesse concurso de popularidade patético e se assumiram de vez como celebridades”, o expert em Windsors teorizou no bate papo com o tabloide. Pelo sim ou pelo não, Meghan e Harry por enquanto estão se dando bem na meca do showbiz, como seu contrato de estimados US$ 150 milhões (R$ 791,1 milhões) com a Netflix deixa bem claro. (Por Anderson Antunes)