04.06.2020  /  11:08

Meghan Markle afirma em vídeo para universitários que vida de George Floyd importava: “Cresci em um mundo no qual o racismo sempre esteve presente”

Meghan Markle || Créditos: Reprodução

Uma das personalidades afro-descendentes mais comentadas da atualidade e também vítima de racismo em algumas ocasiões, sobretudo quando entrou para a família real britânica, Meghan Markle se pronunciou nessa quarta-feira sobre a morte de George Floyd. Em um vídeo exibido durante a formatura virtual de alunos da Immaculate Heart, uma escola católica de ensino médio de Los Angeles onde a duquesa de Sussex estudou na adolescência, ela afirmou que a vida de Floyd – que era negro e foi assassinado por um policial branco – “importava” e que o fim trágico dele foi “absolutamente devastador”.

“Cresci em um mundo no qual o racismo sempre esteve presente”, Markle disse no videozinho. “E, apesar de ter ficado um pouco nervosa e preocupada se deveria me pronunciar ou não, acabei entendendo que a única errada nesse momento seria não dizer nada”, completou a atriz, que pediu aos estudantes que fizessem movimentos antirracismo e usassem suas vozes pelo bem.

Além do nome de Floyd, Markle também mencionou os de Breonna Taylor, Philando Castile e de Tamir Rice, todos negros mortos por policiais nos Estados Unidos recentemente, no filminho com duração de quase seis minutos. Por fim, a mulher do príncipe Harry lembrou os formandos que em seus anos de Immaculate Heart ocorreram vários motins em LA também causados por atos de racismo sem sentido, e lamentou que o mesmo esteja acontecendo tanto tempo depois. “Isso deveria ser uma lição de história para vocês, e não sua realidade”, concluiu a ex-royal. (Por Anderson Antunes)

*

Abaixo, o vídeo gravado por Markle na íntegra [ÁUDIO EM INGLÊS]: