12.02.2021  /  9:24

Megan Markle vence batalha judicial contra jornais que acusou de terem invadido sua privacidade

Meghan Markle
Meghan Markle || Créditos: Reprodução

A semana termina com sabor de vitória para Meghan Markle, que nessa quinta-feira venceu a batalha judicial que promovia há quase três anos contra o “Mail On Sunday” e o “MailOnline”, dois dos tabloides mais populares do Reino Unido que também estão entre os jornais que mais pegam no pé da família real de lá. A duquesa de Sussex acusava as publicações de terem invadido sua privacidade ao divulgar o conteúdo de uma carta que endereçou a Thomas Markle, pai dela, na época de seu casamento com o príncipe Harry, em maio de 2018.

O caso corria na Suprema Corte de Londres, cujos juízes concordaram nessa quinta de que “a expectativa e o direito” de Markle de que a correspondência jamais veria a luz do dia foram violados. Além disso, eles consideraram a forma como a tal carta foi divulgada “excessiva e, portanto, ilegal”.

O réu no processo é o grupo de mídia Associated Newspapers Limited (ANL), dono do “Mail On Sunday” e do “MailOnline”, que não poderá recorrer da decisão. Em uma próxima audiência do imbróglio, marcada para o mês que vem, novas etapas da ação, como o valor da indenização a ser paga para a atriz, serão definidas. Além disso, Markle quer que a Suprema Corte londrina estabeleça um precedente legal a partir de agora para que ninguém mais sofra o que ela sofreu em terras britânicas. (Por Anderson Antunes)