15.07.2015  /  13:31

MASP abre exposição que apresenta 200 anos de arte francesa

Imagem da obra Madame Cézanne em vermelho sendo recebida pelos artistas Lasar Segall e Anita Malfatti, no navio Uruguai em 1949 || Créditos: Divulgação
Imagem da obra “Madame Cézanne em vermelho” sendo recebida pelos artistas Lasar Segall e Anita Malfatti, no navio Uruguai, em 1949 || Créditos: Divulgação

Artistas da França e estrangeiros que migraram para a capital francesa, participando da chamada Escola de Paris, integram a exposição “Arte da França: de Delacroix a Cézanne”, que abre no MASP nesta sexta-feira e segue em cartaz até o dia 25 de outubro. Reúne nomes como os de Renoir, Degas, Picasso, Toulouse-Lautrec, Manet e Monet, apresentando cerca de 80 obras, além de documentos e fotografias do arquivo do museu, resgatando curiosidades e fatos inéditos sobre elas.

Com curadoria de Adriano Pedrosa, diretor artístico do MASP, Eugênia Gorini Esmeraldo, coordenadora de Intercâmbio, e Fernando Oliva, curador assistente, a exposição mistura retratos, paisagens, naturezas mortas e cenas históricas e do cotidiano de 24 importantes artistas. São quase 200 anos de produção, tudo do próprio acervo do Masp. Vamos, né?