16.10.2018  /  17:41

Marlene Mattos dispara: “Xuxa era a pessoa que estava na frente mas eu comandava”

Marlene Mattos e Xuxa Meneghel nos áureos tempos || Créditos: Reprodução

Marlene Mattos acabou virando atração de circo por um dia, sem saber. Glamurama explica. Nessa segunda-feira, teve sessão para convidados do Reder Circus, que armou seu picadeiro no estacionamento do shopping carioca Via Parque, na Barra da Tijuca. Carol Sampaio assinava a lista vip, que incluía atores globais, ídolos do esporte e uma turma dos áureos tempos do “Xou da Xuxa”: a diretora de TV, mais Michael Sullivan, compositor de alguns dos maiores hits da então rainha dos baixinhos… Até o coreógrafo da apresentadora estava lá na fila A.

Possivelmente motivado pela recente declaração de Xuxa para a imprensa argentina [“Me roubaram, fui abusada, mas recuperei minha liberdade”], o dono do circo, Frederico Reder, saiu do texto totalmente para chamar atenção para a presença de Marlene, “que inventou a Xuxa”, do coreógrafo, “que era o corpo da Xuxa”, de Michael… Uma espécie de homenagem para a galera dos bastidores. “Não sou amigo da Xuxa, que pena [disse, fazendo bico], mas sou amigo da Marlene”. E o anfitrião comentava sobre os feitos da diretora, como os shows para milhares de pessoas… “Michael, quantas músicas suas já tocamos aqui hoje?”, perguntou, se referindo a sucessos da apresentadora. “Umas cinco”, respondeu o compositor.

Marlene Mattos, Frederico Reder e o circo || Créditos: Divulgação

Glamurama procurou Marlene no intervalo. “O Fred é um sonhador. Ainda bem. Já pensou uma vida sem sonhadores? Seria uma porcaria. Nunca trabalhei por sucesso… Meu. Trabalhei sempre por reconhecimento. Não só da Xuxa. Fico feliz pelo reconhecimento das pessoas por tudo que fiz. E vejo que reconhecem… Todos os dias recebo recados pelo Instagram de pessoas agradecendo por eu ter feito a infância delas melhor. A Xuxa era a pessoa que estava na frente, mas tinha uma equipe por trás, e eu comandava essa equipe. E fiz tudo isso sem internet, hein!”

Será que hoje seria mais fácil ou mais difícil esse fenômeno “Xou da Xuxa”? “É outro tempo, mas as pessoas querem a mesma coisa: felicidade”. Quando escuta que inventou a Xuxa, acha certo? “Acho exagerado”, pondera. Sobre a tal entrevista… “Tenho a consciência limpa”. Marlene já declarou que pretende processar a ex-parceira por conta das declarações. Perguntamos o que ela acha do programa de Xuxa na Record. “Não acompanho a Xuxa. Mas vejo pouca televisão mesmo. Não é só ela… Só vejo jornal e série”.

Em tempo: no mesmo espetáculo, Frederico também “causou” com Fabiana Karla, outra na plateia. Saiu do roteiro de novo pra falar que os dois são tão amigos que dividem a mesma cama em viagens pelos Estados Unidos, mas que estavam brigados. Revelou que tinha convidado a atriz para fazer um número no circo, um musical com a canção da Pipoca… de Xuxa. E que ela recusou. “Mas já está na hora de ficar de bem”. Fabiana até cantou um trecho com os bailarinos e com a cantora que a substituiu. “Não pude sonhar junto, mas vim aqui hoje”, disse Fabiana. Ao final do show, Frederico ainda voltou no tema Marlene e Xuxa… Ufa!

O Reder Circus resgata tudo de um picadeiro tradicional: tem uma turma de palhaços com piadas infantis [outras nem tanto], Globo da Morte, trapezistas, contorcionistas, malabaristas e bichos imensos. São elefantes, zebras e girafas lindos…. Cenográficos, claro. Do lado de fora, barraquinhas e decoração vintage. Uma graça. Vem ver quem passou por lá na galeria de fotos aqui embaixo.