17.09.2018  /  13:56

Mark Zuckerberg foi capaz de criar algoritmo só para vencer adolescente no Scrabble. Vem saber!

Mark Zuckerberg || Créditos: Getty Images

A edição mais recente da revista americana “The New Yorker” traz no recheio um perfil de Mark Zuckerberg assinado por Evan Osnos que dá uma ideia de como o cofundador do Facebook é competitivo e um tanto quanto “diferentão”. Glamurama explica: é que há alguns anos, quando viajava com seus fieis escudeiros em um jatinho privativo, Zuck aceitou disputar uma partida de Scrabble (Palavras Cruzadas) com a filha adolescente de um deles e quase morreu de vergonha ao ser vencido pela menina no jogo.

Determinado a levar a melhor na revanche, o bilionário de 34 anos criou ali mesmo um algoritmo, que lhe permitiu escolher com mais rapidez o maior número de combinações para formar palavras e expressões possível, e com isso acabou garantindo um larga vantagem antes mesmo do avião pousar. A história foi relatada pela própria garota, que não teve a identidade revelada. “Foi tipo o Time dos Humanos contra o Time das Máquinas”, relembrou a jovem.

Dave Morin, um desafeto de Zuckerberg que já bateu ponto no Face, também falou à jornalista sobre esse lado menos conhecido do ex-patrão. “Quando ele está jogando, na cabeça dele é pra valer. Ele quer te decifrar psicologicamente pra saber como te vencer sempre”, disse Morin. Já o ex-CEO do Twitter Dick Costolo definiu Zuckerberg, que segundo o repórter é fascinado pelo imperador romano Cesar Augusto, como “uma impiedosa máquina de execução”. “Se por acaso ele decidir ir atrás de você, é bom se preparar, porque lá vem porrada”, resumiu o executivo. Ui! (Por Anderson Antunes)