Mariah Carey || Créditos: Getty Images

Mariah Carey vende anel de US$ 10 mi que ganhou de ex bilionário por uma “pechincha”

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
Mariah Carey || Créditos: Getty Images

Lembra que Mariah Carey fez questão de não devolver o anel que ganhou do bilionário australiano James Packer quando foi pedida em casamento por ele depois que os dois romperam de maneira nada amigável no fim de 2016? Sem chamar muita atenção, a cantora vendeu o mimo encrustado com um diamante de 35 quilates e avaliado em US$ 10 milhões (R$ 36,7 milhões) na semana passada, e por um valor bem menor: “só” US$ 2,1 milhões (R$ 7,7 milhões).

Ninguém sabe exatamente o motivo por trás da enorme diferença, e provavelmente vai ficar sem saber: o comprador, um joalheiro de Los Angeles conhecido por investir em peças valiosas de segunda mão, precisou assinar um contrato de confidencialidade com o time de relações públicas que atende a dona dos hits “Vision of Love” e “I Don’t Wanna Cry” se comprometendo a não falar com a mídia sobre o assunto.

Mas é claro que já existem especulações, e há inclusive um comentário circulando em Hollywood dando conta que Carey estaria com as finanças um pouquinho apertadas e sem muito acesso a dinheiro vivo, já que mantém um estilo de vida nababesco. O fato de que ela está sendo processada pela ex-agente Stella Bulochnikov, que a acusa de assédio sexual, também teria contribuído na decisão dela para vender a joia.

Em tempo: Bulochnikov, demitida pela diva no fim do ano passado, a acusa de circular com frequência sem roupas em sua frente, o que lhe deixava constrangida, e em abril decidiu recorrer à justiça de Nova York para pedir uma indenização por danos morais. Por meio de seus advogados, Carey garante que a versão da ex-fiel escudeira (a quem já presenteou com uma mala de US$ 34 mil/R$ 124,7 mil) é mentirosa e pensada apenas para forçá-la a fechar um acordo financeiro longe dos tribunais. (Por Anderson Antunes)