04.05.2019  /  9:00

Marco Nanini vai viver enfermeiro solitário e gay nos cinemas. À entrevista!

Marco Nanini || Créditos: Juliana Rezende

Marco Nanini estará em breve em dose dupla nas telas. É que o ator, que integra o time de elenco da próxima novela global das 21h, “A Dona do Pedaço”, estará em cartaz também nos cinemas. Ele estreia o filme “Greta” em agosto, no Festival de Fortaleza, no Ceará. O filme narra a história de Pedro, um enfermeiro de 70 anos que trabalha em um hospital público de Fortaleza e que acaba sequestrando – e se apaixonando – por um paciente recém-chegado e condenado à prisão. “Gostei muito de fazer o filme, é uma produção do Nordeste e tenho muita simpatia por lá. É uma história pesada, mas fizemos na maior diversão”, disse em conversa com o Glamurama. O filme, com direção do cearense Armando Praça, é em parte inspirado na peça “Greta Garbo, quem diria, Acabou no Irajá”, de Fernando Melo, em que o enfermeiro da trama sonha em ser Greta Garbo, a grande diva do cinema.

Sobre como resistir a atual suspensão dos repasses da Agência Nacional de Cinema (Ancine) de novas verbas para produção de filmes e séries de TV – tema recorrente em qualquer encontro entre a classe artística – Marco Nanini brincou: “Só tomando muito Rivotril. Temos que fazer o que for possível. Agora estou fazendo essa novela, vou pensar um pouco depois”.