Marco Gobbetti
Marco Gobbetti || Créditos: Reprodução

Marco Gobbetti anuncia saída da Burberry para comandar a Salvatore Ferragamo

6 Compartilhamentos
6
0
0
0
0
0
Marco Gobbetti
Marco Gobbetti || Créditos: Reprodução

As ações da Burberry começaram a semana despencando quase 8% na Bolsa de Valores de Londres, onde são negociadas desde 2001. Tudo por conta do anúncio de que o CEO da maison britânica, o italiano Marco Gobbetti, vai deixar o cargo no fim do ano para comandar a Salvatore Ferragamo. O executivo assumiu a Burberry em 2017, depois de passagens pela Céline e Givenchy, e é considerado um dos principais arquitetos de seu sucesso financeiro nos últimos anos – um período em que a Burberry penou para se adaptar ao novo público consumidor das redes sociais, diga-se de passagem.

E também foi sob a batuta dele, logo no começo de sua gestão, que a marca fundada em 1856 enfrentou uma de suas maiores polêmicas: a incineração, há quatro anos, de US$ 36,5 milhões (R$ 180,4 milhões) em estoque composto por roupas e acessórios que, para muitos, poderiam ter sido doados aos mais necessitados. Gobbetti, no entanto, deixará a Burberry com um valor de mercado na casa dos £ 9,1 bilhões (R$ 62,5 bilhões), quase duas vezes maior do que quando se tornou seu chefe executivo. (Por Anderson Antunes)