13.04.2015  /  14:38

Marcelo Serrado engata três superprojetos na Globo, e um musical!

 

Alexandre e outros heróis
Marcelo Serrado || Créditos: TV Globo/ Divulgação

Marcelo Serrado está com tudo! Foi escalado para ajudar a levantar a bola do “Vídeo Show”, saiu do elenco da novela de João Emanuel Carneiro para protagonizar um seriado policial na mesma emissora e ainda vai integrar o time de um novo humorístico, do núcleo de Boninho. Fora isso, se prepara para ser dirigido por Miguel Falabella em um musical e para lançar dois filmes, um deles ao lado do parceiro Otavio Muller. Nossa! Vem ler nossa entrevista completa com o ator, aqui embaixo (Por Michelle Licory)

Vídeo Show

“Adorei o convite para fazer o ‘Video Show’. Fiquei mesmo bastante feliz. Essa coisa do ao vivo é muito legal. E o retorno nas redes sociais foi ótimo. Meu quadro [‘Me Engana Que Eu Gosto’] é uma anarquia, loucura total. Nesta semana, a paródia vai ser da Nazaré Tedesco [personagem de Renata Sorrah em ‘Senhora do Destino’]. Vou levar sempre atores convidados. E sempre acontece algo, tipo o câmera dorme. O próprio programa me ‘trolla’, é uma bagunça. E uma maneira de homenagear  grandes personagens nesses 50 anos da Globo. Que ator não ia querer fazer o Sassá Mutema [de ‘O Salvador da Pátria’] ou Viúva Porcina e Sinhozinho Malta [de ‘Roque Santeiro’]? E o Caco Antibes [de ‘Sai de Baixo’]? Fiz uma lista de 80 emblemáticos e estou partindo dela.. É natural que um programa como esse passe por crise… Mas essa nova versão está bem, já cresceu no Ibope. A TV aberta tem que se reinventar. Faz parte. Os caras estão caindo em cima. Tem que ser rápido. Nada que não é ágil, dá certo.”

De novela para série policial

“Começo a gravar a série [de 12 episódios, baseada na história em quadrinhos ‘O Corno Que Sabia Demais’] no fim do ano. Faço um detetive particular dos anos 50, contratado pelos maridos para vigiar as esposas. É um projeto do Mario Wilson, de ‘A Grande Família’. Gosto muito do trabalho dele. E é do núcleo do Mauricio Farias. Eu ia mesmo fazer ‘Favela Chic’ [novela de João Emanuel Carneiro] e saí pra entrar nesse seriado.” Perguntamos se a mudança foi uma opção dele. “Não. Sou contratado da empresa e faço o que eles acharem melhor. Fico feliz com qualquer situação. Visto a camisa. E ser protagonista, um texto de humor ácido… É meio noir, sabe? Tenho certeza que vou me divertir.”

Humorístico secreto + musical com Falabella

“Não sei se vou fazer mais uma temporada de ‘Amor Veríssimo’ [do GNT]. Se der tempo, faço. Mas no meio do ano eu começo um novo programa humorístico na Globo. É meio secreto. Só posso dizer que é do núcleo do Boninho. E em maio começo a ensaiar um musical, ‘Memórias de um Gigolô’, de sexta a domingo, em São Paulo. As crianças vão vir comigo, sempre que der. E a Roberta [Fernandes, mulher dele] também. As pessoas falam do glamour, mas é muito difícil a vida do artista, ficar longe de quem a gente ama.” Voltando a conversa para o lado profissional… “Eu canto. Não tão bem quanto o Daniel Boaventura, por exemplo, mas estou tendo aulas para fazer humildemente meu trabalho. Sempre quis trabalhar com o Miguel Falabella [diretor da peça]. Me lembro da série de mesmo nome, na Globo. Quero fazer mais musical daqui pra frente. Eu sei tocar violão e piano. Na peça, não toco, mas vou pedir pra ter isso, pelo menos o violão. Meu espetáculo de stand up vou fazer só por mais duas semanas.”

Cinema

“Fiz a peça ‘No Retrovisor’ há muitos anos, com o Otavio Muller. Foi muito emocionante reviver essa história com ele agora na versão para o cinema. O Otavio me conhece muito como ator, já foi meu diretor no ‘Fantástico’, no quadro ‘A Mulher da Sua Vida’. Tudo que faço na minha carreira, penso nele.” Marcelo também vai estrear o longa “Divã 2”, ao lado de Vanessa Giácomo, em maio. Ufa!