22.09.2018  /  9:00

Marca italiana hypada é criticada por lançar tênis de aparência suja “inspirado” em mendigos

O polêmico Superstar Taped Sneaker, da Golden Goose || Créditos: Reprodução

Marca queridinha dos fashionistas mais antenados, a italiana Golden Goose está sob fogo cruzado por conta de seu mais novo produto: um tênis batizado “Superstar Taped Sneaker” cujo design de aparência desgastada foi “inspirado” em mendigos. Apesar disso, a novidade tem feito o maior sucesso e está esgotada em várias lojas de todo o mundo – nas da rede americana Nordstrom, onde é vendida por US$ 530 (R$ 2.164), já existem até listas de espera.

O problema, afirmam alguns críticos, é que o pisante que sai de fábrica com remendos e parecendo estar sujo acaba por glamourizar a vida dura dos mais necessitados. “Nada realmente diz que você é um idiota inútil do que gastar uma fortuna em sapatos que zombam da pobreza”, protestou no Twitter o fotógrafo e editor de moda britânico Daniel Cuthbert.

A Golden Goose já tinha enfrentado uma reação parecida de alguns consumidores em 2016, quando lançou um outro tênis do tipo “sujinho” que na época anunciou como uma homenagem aos praticantes de skateboarding. Justiça seja feita, o mundinho flerta há tempos o estilo homeless chic, e até a francesa Chloé aderiu à moda em 2015 com com suas rasteirinhas de look despretensioso que custavam US$ 540 (R$ 2.204) o par. (Por Anderson Antunes)