19.04.2018  /  11:04

Marc Jacobs decide reassumir comando de sua grife e chega promovendo cortes. Ui!

Marc Jacobs || Créditos: Getty Images

Marc Jacobs vive uma fase de mudanças. Depois de ficar de joelhos em um fast-food de Nova York para pedir em casamento o namorado, o empresário Char Defrancesco, o estilista resolveu reassumir recentemente as rédeas da grife que leva seu nome e já chegou promovendo cortes. Nas últimas semanas vários funcionários da Marc Jacobs Inc. foram demitidos, inclusive muitos que haviam sido contratados há pouco tempo.

É o caso do designer de sapatos John Targon, que entrou na empresa em fevereiro por intermédio do CEO Eric Marechalle, no posto desde meados do ano passado. O comentário é que Targon caiu em desgraça por causa das coleções pouco convincentes que apresentou, principalmente no que diz respeito aos itens que a Marc Jacobs vende por preços mais camaradas, que é justamente a cereja do bolo no mercado de alta moda.

Além disso, consta que ele e o ex-diretor criativo da Louis Vuitton andavam travando uma guerrinha de egos, e no caso venceu quem tem mais poder. Fundada em 1993, a Marc Jacobs – que inclui a marca de ready-to-wear Marc by Marc Jacobs – é controlada pelo grupo francês LVMH e vive uma fase de queda de vendas que é em parte atribuída à ausência de Jacobs no comando dos negócios nos últimos anos. (Por Anderson Antunes)