09.08.2020  /  9:00

Château histórico da Irlanda que teria sido habitada pelo Diabo é colocado à venda por R$ 16 milhões

O histórico da residência é dos mais macabros || Créditos: Reprodução

Um dos châteaux mais famosos e antigos da Irlanda foi colocado à venda recentemente, e um “detalhe macabro” de seu anúncio nos classificados que tem chamado a atenção de muitos diz respeito a um suposto antigo morador do imóvel histórico: o próprio Diabo. Chamada de “mansão mais mal-assombrada da Irlanda”, a propriedade originalmente construída em 1170 por um cavaleiro normando fica no condado de Wexford, na região sul do país europeu, e conta com 22 quartos além de dezenas de vários outros cômodos. Reformada em estilo georgiano em meados dos anos 1760, quando era conhecida como Redmond Hall, a residência teria recebido seus primeiros visitantes sobrenaturais nessa mesma época.

E de acordo com a lenda, numa certa noite o casal que então era seu dono convidou um andarilho para jantar em sua companhia, e enquanto todos jogavam baralho com o hóspede inusitado antes de a comida ser servida, a filha dos anfitriões se abaixou para juntar uma carta que caiu no chão, em seguida descobrindo que os pés do tal homem tinham o formato de um casco fendido, como os do próprio Diabo. Consta que a partir as assombrações na Redmond Hall nunca cessaram, o que levou muitos de seus proprietários seguintes a optarem por vendê-la sempre pouco tempo depois de comprá-la.

Ao contrário de todos eles, os irmãos Shane e Aidan Quigley decidiram comprar o château em 2011, só para transformá-lo em uma espécie de museu de fantasmas, que ao longo dos anos também foi hotel e até escola para meninas, sempre gerido pelos dois. E agora a dupla resolveu que está na hora de passá-lo pra frente, desde que surja algum interessado a pagar o que está pedindo: US$ 3 milhões (R$ 16,3 milhões). “Tem gente que se sente mal vindo aqui, e muitos viram coisas que os deixaram bem preocupados”, os Quigley disseram dias atrás em entrevista ao “Irish Mirror”, certos de que esses relatos sobre o desconhecido os ajudarão a fechar o negócio logo, logo. (Por Anderson Antunes)

*

Clica na seta da galeria aí embaixo pra ver mais imagens da propriedade: