18.10.2019  /  11:01

“Malévola, Dona do Mal” promete levar adultos aos cinemas com trama para as crianças. À crítica!

Malévola: dona do mal

Os nossos amigos do Cine Minuto participaram da pré-estreia de “Malévola: Dona do Mal”, que estreou nessa quinta-feira, e a gente divide com os glamurettes a crítica deles sobre a trama.

Sinopse:
Em “Malévola: Dona do Mal”, sequência do sucesso de bilheteria global de 2014, Malévola (Angelina Jolie) e sua afilhada, Aurora (Elle Fanning), começam a questionar os complexos laços familiares que as prendem à medida em que são levadas para direções diferentes por casamentos, aliados inesperados e forças sombrias. Os anos foram gentis com a dupla. O relacionamento delas, nascido pelo desgosto, vingança e, finalmente, amor, floresceu neste longa. No entanto, o ódio entre o homem e as fadas ainda existe. O iminente casamento de Aurora com o príncipe Phillip (Harris Dickinson) é motivo de comemoração no reino de Ulstead e no reino dos moors, já que servirá para unir os dois mundos. Quando um encontro inesperado introduz uma nova e poderosa aliança, Malévola e Aurora são separadas  em uma Grande Guerra, testando sua lealdade e fazendo com que elas questionem se podem ser verdadeiramente familiares.

Crítica:
Quem viu o primeiro filme da sequência vai sair do cinema feliz por ver a qualidade gráfica e visual tão bem feitas. E só. O novo longa da Disney peca em muitos aspectos, a começar por seu nome Dona do Mal. Do Mal? Como assim? Com esse título, Malevola 2 ignora as narrativas e conflitos criados no primeiro filme que, no final, mostram que a protagonista é uma personagem do bem. “Mas é um conto de fadas, Jeff dê uma chance!” Não, mesmo sendo um conto de fadas, é necessário ter um bom roteiro, algo que passou um pouco longe desta sequência. Com personagens pouco aprofundados, não conseguimos nem ao menos sentir por algumas perdas que ocorrem no filme. Malévola encanta com seus efeitos visuais, animações incríveis e o figurino de Aurora. Queen Ingris (Michelle Pfeiffer) e Malévola estão bem bonitos e é de se atentar que os looks de Angelina Jolie são trocado diversas vezes durante o filme. A Disney, infelizmente, não acertou como no primeiro filme, mas talvez esse não seja o ultimo da sequência. (por Jefferson Leal)

View this post on Instagram

Assistimos: #MalévolaDonadoMal Nota: ⭐⭐ Por: @jeffleal13 Sinopse: Em Malévola: Dona do Mal, sequência do sucesso de bilheteria global de 2014, #Malévola (#AngelinaJolie) e sua afilhada, #Aurora (#ElleFanning), começam a questionar os complexos laços familiares que as prendem à medida que são puxadas em direções diferentes por casamentos, aliados inesperados e novas forças sombrias em jogo. Os anos foram gentis com a dupla. Seu relacionamento, nascido pelo desgosto, vingança e, finalmente amor, floresceu. No entanto, o ódio entre o homem e as fadas ainda existe. O iminente casamento de Aurora com o príncipe #Phillip (HarrisDickinson) é motivo de comemoração no reino de Ulstead e no reino dos #Moors, já que servirá para unir os dois mundos. Quando um encontro inesperado introduz uma nova e poderosa aliança, Malévola e Aurora são separadas para lados opostos em uma Grande Guerra, testando sua lealdade e fazendo com que elas questionem se podem ser verdadeiramente familiares. Critica: Quem viu o primeiro filme da sequência irá sair do cinema feliz por ver uma qualidade gráfica e visual tão bem feita. E só. O novo longa da #Disney peca em muitos aspectos, a começar por seu nome Dona do Mal. Do Mal? Como assim? Com esse título, #Malevola2 ignora as narrativas e conflitos criados no primeiro filme que, no final, mostram que a protagonista é uma personagem do bem. “Mas é um conto de fadas, Jeff dê uma chance!” Não, mesmo sendo um conto de fadas, é necessário ter um bom roteiro, algo que passou um pouco longe desta sequência. Com personagens pouco aprofundados, não conseguimos nem ao menos sentir por algumas perdas que ocorrem no filme. Malévola encanta com seus efeitos visuais, animações incríveis e o figurino de Aurora. Queen Ingris (#MichellePfeiffer) e Malévola estão bem bonitos e é de se atentar que os looks de Angelina Jolie são trocado diversas vezes durante o filme. A Disney, infelizmente, não acertou como no primeiro filme, mas talvez esse não seja o último da sequência. Malévola estreia no cinemas brasileiros nesta quinta, 17 de outubro. #cineminutoresenhas #malevola #malevola2 #maleficent #disneystudios #geek #filmes #movies #cineminuto

A post shared by cineminuto (@cineminuto_) on