29.09.2014  /  8:44

Maison Martin Margiela pode ressuscitar a carreira de John Galliano

John Galliano: fênix

No dia 14 de setembro, John Galliano deu sua primeira entrevista à TV francesa desde 2011, época que aconteceu o fatídico escândalo que o afastou da Dior. Ele falou, na época, de seu cargo como diretor-criativo na rede de perfumaria russa L’Etoile e de sua função como mentor de quatro estudantes da Central Saint Martins de Londres. E, quando perguntado se pensava em retornar definitivamente ao mundo da moda, respondeu que iria voltar “maior e melhor do que antes”, causando um alvoroço na mídia. Pois a novidade chegou…

De acordo com o “Page Six” desta segunda-feira, John Galliano vai assumir a Maison Martin Margiela, apesar de nenhum dos lados ter dado uma declaração oficial. Nos bastidores, a conversa é que Galliano já teria tido feito várias reuniões com os diretores da marca para lançar uma linha de haute couture para a casa. Lembrando que o próprio Renzo Rosso, maior acionista da grife, já disse: “Quem não gostaria de trabalhar com ele? Se um dia Galliano voltar a criar, eu seria a primeira pessoa a produzir suas coleções.”

Mais uma pista: a Maison Martin Margiela está sem diretor-criativo desde 2009, quando seu fundador, o estilista belga Martin Margiela, se aposentou. Agora é esperar para as “previsões” do “Page Six” se concretizarem, certo?