30.10.2018  /  7:51

Mais rico do mundo, Jeff Bezos perdeu mais de R$ 30 bi na bolsa nesta segunda-feira

Jeff Bezos || Créditos: Getty Images

A divulgação, na semana passada, dos resultados nada animadores que a Amazon obteve no terceiro trimestre continua rendendo dores de cabeça para o fundador e CEO da gigante do e-commerce, Jeff Bezos. Atual homem mais rico do mundo, o americano terminou a segunda-feira com US$ 8,2 bilhões (R$ 30,4 bilhões) a menos de patrimônio, em razão da forte queda de 6,33% da ação da empresa no pregão do dia. Ainda assim, Bezos tem na conta estimados US$ 127,6 bilhões (R$ 472,6 bilhões), mais do que qualquer outra pessoa no planeta.

Justiça seja feita, vários outros gigantes do mundo tech viram suas fortunas diminuírem fortemente nesta segunda, um típico dia de cão na bolsa de valores eletrônica NASDAQ. A dupla Larry Page e Sergey Brin, ambos co-fundadores do Google, perdeu US$ 2 bilhões (R$ 7,41 bilhões) e US$ 1,9 bilhão (R$ 7,04 bilhões), respectivamente. Já Warren Buffett, que ainda prefere investir em indústrias tradicionais, foi o maior ganhador do dia entre os bilionários, ficando cerca de US$ 868 milhões (R$ 3,21 bilhões) mais rico.

Em tempo: apesar do lucro recorde de US$ 2,88 bilhões (R$ 10,7 bilhões) entre julho e setembro, a Amazon teve um faturamento abaixo do esperado pelo mercado no período, de “apenas” US$ 56,6 bilhões (R$ 209,7 bilhões) – analistas apostavam em um valor mais próximo dos US$ 60 bilhões (R$ 222,3 bilhões) . Divulgados na última quinta-feira, os números resultaram em uma queda de mais de 15% no valor de mercado da companhia desde então, e a previsão é que o rali negativo siga pelos próximos dias. (Por Anderson Antunes)