03.05.2018  /  11:43

Mais polêmica: Kanye West diz que quatro séculos de escravidão aconteceram por “opção”

Kanye West || Créditos: Getty Images

Tem como passar um dia sem ficar sabendo de uma polêmica causada por Kanye West? O rapper já demonstrou várias vezes que é adepto da máxima “falem mal, mas falem de mim”. A última dele? Em entrevista ao site “TMZ.com” nessa semana declarou que a escravidão nos Estados Unidos foi uma “opção” quando confrontado sobre as críticas que recebeu por causa da declaração de amor que fez ao presidente Donald Trump recentemente, as quais classificou como “prisão mental” de seus opositores.

“A gente escuta dizer que a escravidão durou 400 anos. Quatrocentos anos? Me parece uma opção…”, disparou o marido de Kim Kardashian. “Entendo que os escravos não foram acorrentados e embarcados por vontade própria”, ele explicou mais tarde no Twitter. “Mas não podemos permanecer mentalmente prisioneiros nos próximos 400 anos”.

Prestes a lançar um novo álbum (“Kids See Ghost”), Kanye voltou a frequentar as redes sociais em abril, e desde então só faz criar caso na internet. Outro dia ele até afirmou que é a pessoa que mais ganha dinheiro com sapatos esportivos no mundo, mais até do que Michael Jordan com seus lendários Air Jordans. Só faltou mesmo mostrar os números que comprovem isso… (Por Anderson Antunes)