03.05.2018  /  11:16

Macron paga mico ao chamar mulher de premiê australiano de “deliciosa”. E pode ter sido de propósito…

Macron entre o casal Malcolm e Lucy Turnbull || Créditos: Getty Images

Em visita oficial à Austrália, Emmanuel Macron tentou ser simpático com a mulher do primeiro-ministro do país, Malcolm Turnbull, mas acabou criando uma saia justa. É que durante uma entrevista coletiva o presidente da França usou um adjetivo pouco comum na diplomacia para falar da também política Lucy Turnbull. “Gostaria de agradecer por sua hospitalidade, obrigado a você e a sua ‘deliciosa’ esposa pela recepção calorosa”, Macron disse em um discurso que fez em inglês mesmo.

Nem o premiê australiano e muito menos Lucy comentaram o possível ‘faux pas’ até agora, mas nas redes sociais já existem algumas teorias sobre o assunto. A mais sensata dá conta de que Macron se atrapalhou com o idioma alheio – “delicious”, que é deliciosa em inglês, lembra bastante o “delicieux” da língua nativa dele, que se traduz basicamente como “encantadora”.

O marido de Brigitte Macron também pode ter confundido as bolas por causa de um almoço do qual participou momentos antes do encontro com a imprensa, no qual saboreou comida francesa da melhor qualidade. Mas também existe a possibilidade de que se trate de uma piadinha interna com uma gafe cometida por Donald Trump durante uma viagem do republicano a Paris no ano passado, ocasião em que ele chamou a primeira-dama francesa de “linda” e elogiou a “ótima forma” dela. Será? (Por Anderson Antunes)