15.01.2018  /  12:14

Macron apoia campanha para que baguetes virem patrimônio cultural da humanidade

Macron e as baguetes francesas || Créditos: Getty Images

A última de Emmanuel Macron: o presidente da França é o mais novo entusiasta de uma campanha iniciada por padeiros do país que sonham em ver as famosas e francesíssimas baguetes incluídas na lista de patrimônio imaterial da humanidade pela UNESCO, o braço das Nações Unidas que cuida de questões ligadas à cultura, educação e ciência.

Organizada pela Confédération Nationale de la Boulangerie-Pâtisserie Française (Confederação Nacional de Panificação Francesa), a campanha conta com forte apoio popular e começou a tomar forma em dezembro do ano passado, quando os italianos finalmente conseguiram outorgar o status de patrimônio imaterial ao método de fabricação da pizza napolitana.

Macron até recebeu os responsáveis pela iniciativa no Palácio do Eliseu recentemente, aproveitando a ocasião para demonstrar seu apoio irrestrito a eles. “Eu conheço os nossos padeiros. Eles viram o sucesso dos napolitanos em classificarem a pizza deles como patrimônio mundial, e disseram: por que não a baguete? E eles estão certos!”, elogiou o político, que ultimamente tem feito de tudo para voltar a esbanjar a popularidade que tinha no começo de seu mandato. (Por Anderson Antunes)