30.11.2018  /  9:00

Luiz Fernando Carvalho dá um tempo na TV aberta para desbravar território sagrado em documentário 

Pequena índia Munduruku e Luiz Fernando Carvalho e sua equipe gravando na Sawré Muybu || Créditos: Uma Gota no Oceano

O cineasta e diretor de TV Luiz Fernando Carvalho está na Sawré Muybu, território sagrado dos índios Munduruku, no Pará, gravando documentário sobre a resistência do povo indígena em defesa do Tapajós – o último grande afluente da margem direita do Amazonas a correr livre. Além das intensas atividades ilegais de extração de madeira e mineração, o rio também está sob a ameaça da construção da hidrelétrica de São Luiz do Tapajós.

Além de consequências ambientais catastróficas, o reservatório da usina alagaria mais uma Terra Sagrada dos Munduruku, que ainda buscam suas urnas funerárias removidas de Sete Quedas para construção da Teles Pires. O filme faz parte da campanha “Em nome de quê?”, da ONG de comunicação socioambiental Uma Gota no Oceano. Para ver o making of do projeto, siga a seta!