25.12.2017  /  9:00

Lorde responde fãs que pediram pra ela cancelar show em Tel Aviv: “Estou considerando isso”

A cantora neozelandesa Lorde || Créditos: Getty Images

Lorde está pensando seriamente em cancelar um show que tem marcado em Tel Aviv no dia 5 de junho de 2018, tudo por conta da crise política e social entre israelenses e palestinos que se intensificou nos últimos meses. Depois de ser abordada sobre o assunto nas redes sociais e em uma carta aberta postada em um site de seu país natal, a Nova Zelândia, a cantora indicou que pode atender os pedidos de muitos de seus fãs e abortar os planos de levar a apresentação adiante.

“Anotado. Eu tenho conversado com várias pessoas sobre essa situação e estou considerando todas as opções. Obrigado por me informar, estou aprendendo sempre”, ela escreveu no Twitter na última quarta-feira, deletando o post minutos depois. O que se teme é que a presença dela na segunda maior cidade de Israel acabe legitimando as ações do país em relação à indexação de Jerusalém como a capital e as investidas territoriais sobre a Palestina.

O tema é delicadíssimo e já colocou outros famosos em uma tremenda saia justa recentemente, como o Radiohead em julho. O grupo de rock fez um show em Tel Aviv, apesar dos apelos de muita gente para desistir da ideia, e acabou sendo fortemente criticado por isso. Até Roger Waters, o ex vocalista do Pink Floyd, entrou na polêmica para denunciar o que classificou como “implacável indiferença” e “despreocupação irracional” dos colegas ingleses. (Por Anderson Antunes)

Um print do post que ela fez no Twitter || Créditos: Reprodução