20.01.2019  /  8:00

Livro de receitas excêntrico de Salvador Dalí será reeditado pela primeira vez em mais de 40 anos

As ilustrações do livro Les Diners de Gala de Salvador Dalí || Créditos: Reprodução

Salvador Dalí declarou aos seis anos que queria ser chef de cozinha. Publicado pela primeira vez em 1973, “Les Diners de Gala” foi um sonho bizarro do artista que se tornou realidade – um livro de receitas repleto de ilustrações e receitas surreais inspiradas nos fartos jantares que Dalí e sua esposa Gala organizavam. As festas eram lendárias com os convidados frequentemente obrigados a vestir fantasias e animais selvagens circulando livremente em torno da mesa.

Agora, a hypada editora Taschen está reeditando a publicação, já disponível para pré-encomenda. O livro, que inclui 136 receitas divididas em 12 capítulos, é organizado por cursos – incluindo afrodisíacos. Além de suas ilustrações, as reflexões de Dalí estão espalhadas pela publicação, o que dá uma visão de sua filosofia sobre prazeres da culinária. “Ovos de Mil Anos”, “Costeletas de Vitela Recheadas com Caramujos”, “Pastéis de Rã” e “Caramelo com Pinhas” estão no cardápio, com imagens por vezes inquietantes. Tons de canibalismo também se insinuam no trabalho – por exemplo, uma mulher sem braços com uma saia de lagosta, em cima de uma pilha de cadáveres.

Os interessados ​​em aceitar o desafio de cozinhar ao estilo de Dalí também precisarão deixar a dieta de lado. Dalí escreveu: “Gostaríamos de afirmar que, começando com as primeiras receitas, Les Diners de Gala, com seus preceitos e suas ilustrações, é exclusivamente dedicado aos prazeres do sabor.”

Dá uma espiada em algumas páginas de mais essa obra-prima do artista espanhol.