22.05.2015  /  15:23

Li Hejun pode perder o título de homem mais rico da China

LiH
Bilionário Li Hejun enfrenta queda de seus investimentos || Créditos: Getty Images

O bilionário chinês Li Hejun, até recentemente o homem mais rico da China, termina a semana com uma avalanche de péssimas notícias. Dono das companhias Goldin Financial e Goldin Property, ambas negociadas na bolsa de Xangai, ele passou os últimos dias lidando com acusações de que as empresas teriam manipulando o mercado para inflar o preço de suas ações.

O resultado não poderia ser diferente: somente nesta quinta-feira, e em um intervalo de apenas meia hora, Hejun viu sua fortuna encolher em cerca de US$ 15 bilhões, uma queda sem precedentes em todo o mundo, por conta da desconfiança dos investidores em relação às empresas.

O montante também equivale a quase metade da fortuna de Hejun até a semana passada, quando ele possuía pouco mais de US$ 35 bilhões. A má notícia é que grande parte dos analistas financeiros acreditam que a próxima semana também deverá ser dura para o bilionário, que já corre o risco de perder o pomposo título. (Anderson Antunes)