23.06.2016  /  12:46

Leticia Spiller, par na TV com ex: “Tomara que ainda tenha química”

Leticia Spiller e foto dela com o ex-marido Marcello Novaes há 20 anos, na novela "Quatro por Quatro" || Créditos: Cristina Granato/Divulgação
Leticia Spiller e foto dela com o ex-marido Marcello Novaes há 20 anos, na novela “Quatro por Quatro” || Créditos: Cristina Granato/Divulgação

Por Michelle Licory

Leticia Spiller e Marcello Novaes se apaixonaram quando fizeram par romântico no fenômeno de audiência “Quatro por Quatro”, de 1994, novela na qual interpretaram Babalu e Raí. Os dois casaram, tiveram um filho, se separaram e anos depois… Vão fazer par romântico de novo, em “Sol Nascente”, trama de Walther Negrão para a faixa das seis da Globo. Ah, e Marcelo Faria, intérpete de Ralado lá no folhetim de mais de 20 anos atrás, com quem Babalu marcou casamento e fugiu já no altar, vai ser de novo um vértice do triângulo. Glamurama foi conversar com a atriz.

“Minha nova personagem, Lenita, é uma mulher solitária, só tem a companhia do irmão. Eles perderam os pais muito cedo. Ela sofreu vários abandonos durante a vida e isso a endureceu um pouco por fora. Não por dentro. A Lenita conseguiu levantar o próprio negócio sozinha, ser uma mulher independente com muita luta, então não quer se apegar a ninguém amorosamente. Tem um bar de rock, canta nesse bar, recebe os motoqueiros que visitam a cidade. Ela, inclusive, é toda tatuada. E não é uma mulher romântica. Mas tem um namorado [Marcelo Faria], com quem não quer compromisso muito sério. Eles se veem de vez em quando porque ele mora em São Paulo. E ela vai acabar se envolvendo com um padeiro, Vittorio, papel de Marcello Novaes [pai de Bruno Gagliasso e Giovanna Lancellotti na história]”.

E como é fazer par com ex-marido? “A gente fez uma participação num filme, ‘Desenrola’, como casal, mas foi uma coisa pequena. Não deu nem para sentir direito. Em ‘Sol Nascente’, já gravamos uma cena juntos, grande, de três páginas e meia, e foi ótimo. Estava na expectativa porque era uma cena dificil para os dois. E foi tudo maravilhoso. Fizemos em Búzios”. Não dá um frio na barriga de as pessoas compararem, já que Babalu e Raí fizeram tanto sucesso? “Ah, pois é, tomara que seja sucesso de novo, que ainda tenha aquela química. Como a gente é muito amigo, é mais fácil. É o que estava falando também com o Marcelo Faria…”

Se já tem namorado/ marido de atriz que não quer assistir a seus trabalhos para não dar ciúme, imagina ver beijo em ex da vida real… Será que tem chance de rolar “climão” com seu marido, Lucas Loureiro? “A gente convive tão bem todo mundo, acho que não vai dar ciúme, não”.

Em tempo: perguntamos ainda se é difícil a caracterização por conta das tatuagens. “São grandes, mas são decalques, não demora tanto, a não ser quando tem que remover um restinho para aplicar de novo”. Sobre cantar pra valer em cena, Leticia, que já fez musicais no teatro, disse: “Vai ser bom porque curto muito também esse lado. Tenho investido nessa área, não com pretensão de ser cantora, mas pelo prazer, pra poder dizer certas coisas. Eu estou fazendo um show que fala sobre o amor universal, o ‘Não Deveria Se Chamar’, inspirado em uma música do Paulinho Moska. Juntar as duas coisas num trabalho na TV vai ser ótimo”.

Vem rever a cena que Babalu abandona Ralado no altar para ficar com Raí e o tema dos dois na trilha da novela: play aqui embaixo!