25.05.2017  /  11:25

Lembre 5 figuras que se tornaram bilionárias e seus gastos mais extravagantes

George Lucas || Créditos: Getty Images
George Lucas || Créditos: Getty Images

Os “nerds” levam a sério a máxima de que o melhor trabalho é aquele que nem parece trabalho e contam até com uma data especial para chamar de sua – no caso, o “World Geek Day”, ou Dia Mundial do Orgulho Nerd, que é celebrado nesta quinta-feira.

Mas eles também têm seus sonhos e desejos como qualquer outra pessoa, principalmente entre aqueles que conseguiram transformar ideias malucas em negócios multimilionários, e investem parte do dinheiro que ganham em coisas no mínimo diferentes.

Glamurama selecionou cinco desses nerds cheios de grana e fala um pouco sobre os gastos mais extravagantes de cada um deles. Confira!

Bill Gates

Bill Gates e seu Leicester Codex || Créditos: Getty Images
Bill Gates e seu Leicester Codex || Créditos: Getty Images

O cofundador da Microsoft, atualmente o homem mais rico do mundo, gosta de contar histórias sobre seus antigos colegas de escola, que o atazanavam simplesmente por ser nerd. “Hoje alguns deles trabalham para mim”, ele diz sempre que lembra os velhos tempos. Sem dar muita opinião para a opinião alheia hoje em dia, Gates pagou US$ 30 milhões (R$ 98,2 milhões) em 1994 pelo Codex Leicester, uma coleção de textos e desenhos coletados assinados por Leonardo Da Vinci entre 1508 e 1510 sobre assuntos variados como astronomia e paleontologia. Pouco conhecida do grande público, a coletânea é uma espécie de bíblia no mundo dos geeks.

Mark Zuckerberg

Mark Zuckerberg e a ilha no Havaí || Créditos: Getty Images
Mark Zuckerberg e a ilha no Havaí || Créditos: Getty Images

Em uma visita recente ao dormitório da Universidade Harvard onde teve a ideia de criar o Facebook, Zuckerberg ficou impressionado com o tamanho da cômoda, que parecia menor do que ele lembrava. Espaço, aliás, é fator  fundamental para o bilionário de 33 anos, tanto que ele costuma comprar as casas da vizinhança onde mora para garantir a privacidade. Em 2014 até pagou US$ 100 milhões (R$ 327,4 milhões) por uma ilha no Havaí, onde está construindo uma espécie de condomínio familiar. Em todos os casos, é claro, as residências dele são verdadeiras fortalezas tecnológicas, basta dizer que o mordomo do empresário é um robô que se chama Jarvis e cuja voz é dublada por Morgan Freeman.

Markus Persson

Markus Persson e o console de ouro da Nintendo || Créditos: Getty Images/Reprodução
Markus Persson e o console de ouro da Nintendo || Créditos: Getty Images/Reprodução

Desde que vendeu o Minecraft, o game mais popular da última década, para a Microsoft em 2014, o bilionário sueco só quer saber de sombra e água fresca. Sua rotina atual inclui muitas festas na mansão de US$ 70 milhões (R$ 229,2 milhões) que ele comprou em Los Angeles logo depois de fechar o negócio, e pelo menos doze horas diárias jogando videogame. Persson até comprou um console que é tido como o mais caro do mundo: produzido pela Nintendo sob encomenda, o Wii Supreme by Stuart Hughes é coberto com 2,5 quilos de ouro e decorado com 78 diamantes. O preço do mimo? US$ 481.250 (R$ 1,57 milhão).

Jeff Bezos

Lançamento da Blue Origin, de Jeff Bezos || Créditos: Getty Images/Divulgação
Lançamento da Blue Origin, de Jeff Bezos || Créditos: Getty Images/Divulgação

Provável sucessor de Bill Gates no topo da lista com as pessoas mais ricas do mundo, o fundador da Amazon revolucionou o varejo online com a livraria eletrônica, mas hoje em dia o negócio ao qual ele dedica mais tempo é a Blue Origin, uma empresa privada de astronáutica com a qual ele planeja conquistar o espaço em um futuro não muito distante. Bezos tem vendido quantidades significativas das ações da Amazon que possui para bancar o
projeto, algo em torno de US$ 1 bilhão (R$ 3,27 bilhões) por ano. Ah, e como bom geek que é, ele também já fez uma ponta em um filme de ficção científica, a superprodução “Star Trek Beyond”, na qual interpretou, é claro, um alienígena.

George Lucas

George Lucas investe em gibis raros || Créditos: Getty Images
George Lucas investe em gibis raros || Créditos: Getty Images

Não restam dúvidas de que George Lucas é um dos maiores nomes do universo geek, afinal ele é o criador da saga “Guerra nas Estrelas”, que é tão cultuada pelos nerds ao ponto de ser considerada uma religião por alguns deles. E ele também comete suas extravagâncias nerds de vez em quando: fanático por histórias em quadrinhos, já gastou milhões de dólares comprando gibis raros. A coleção completa dele será exposta ao público no museu que o diretor
planeja construir em Los Angeles, ao custo de US$ 1 bilhão (R$ 3,27 bilhões) e que promete se tornar um ponto de peregrinação para nerds de todo o mundo assim que for inaugurado, em 2020. (Por Anderson Antunes)