07.12.2017  /  12:47

Lemann, Luiza Helena Trajano e Gilberto Gil vão atuar juntos em novo projeto do Facebook

Jorge Paulo Lemann, Luiza Helena Trajano e Gilberto Gil || Créditos: Getty Images/Glamurama

A aceleradora Estação Hack, centro de inovação que o Facebook inaugura em São Paulo na próxima segunda-feira e que é a primeira iniciativa do gênero feita pelo site de relacionamentos no mundo, terá membros brasileiros em seu conselho. Por enquanto, os nomes confirmados são: Jorge Paulo Lemann, o brasileiro mais rico do mundo, sócio da empresa de investimentos 3G Capital, além de Luiza Helena Trajano, presidente da Magazine Luiza, e Fabrício Bloisi, da Movile, startup de conteúdo para smartphones fundada em 1998 e que hoje é avaliada em mais de R$ 800 milhões.

Diego Dzodan, vice-presidente do Facebook na América Latina, e Gilberto Gil também vão participar do conselho da Estação Hack, assim como vários parceiros da Artemisia, ONG que apóia negócios de impacto social no Brasil.

Todos terão a responsabilidade de escolher até 10 startups para um processo intensivo de aceleração com duração de seis meses que, apostam os mais entusiasmados, poderá culminar com o surgimento da primeira “unicorn” brasileira – ou seja, a primeira startup verde e amarela com valor de mercado de US$ 1 bilhão (R$ 3,3 bilhões) ou mais. (Por Anderson Antunes)