LeBron James também faz sucesso longe das quadras de basquete e negocia venda de produtora por quase R$ 4 bilhões

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
LeBron James como ator em cena do novo "Space Jam"
LeBron James como ator em cena do novo “Space Jam” || Créditos: Reprodução

Reese Witherspoon não é a única grande estrela de Hollywood que negocia a venda de uma empresa que idealizou para atuar com total independência na meca do cinema por bilhões. Ao que parece, LeBron James também tem mantido conversas avançadas para vender sua produtora, a SpringHill Entertainment, por nada menos que US$ 750 milhões (R$ 3,86 bilhões).

Já os interessados em pagar tamanha quantia por uma companhia fundada não faz nem um ano seriam alguns nesse momento, mas o mais mais é a Warner Brothers, que produziu o hit cinematográfico “Space Jam: Um Novo Legado”, que é estrelado por James, junto com a SpringHill.

O filme estreou no último dia 12 no Hemisfério Norte, e até agora faturou perto de US$ 100 milhões (R$ 515 milhões) nas bilheterias. O que mais interessa o pessoal da Warner, no entanto, é que a SpringHill tem vários outros projetos ambiciosos em andamento, inclusive três séries para a Netflix.

Desses, dois já estrearam – “Self Made”, um drama sobre uma mulher negra que conquistou o sucesso por méritos próprios e é protagonizado por Octavia Spencer, e a docusérie esportiva “The Playbook”. O terceiro é “Hustle”, um drama esportivo com Queen Latifah e Adam Sandler sobre um ex-jogador de basquete.

James fundou a SpringHill Entertainment em meados de 2020, junto com o sócio Maverick Carter, para produzir seus filmes e séries, já que agora ele tem um pé no cinema e na televisão tanto quanto sempre teve no esporte. Caso realmente feche negócio, sua parte será de pelo menos US$ 300 milhões (R$ 1,54 bilhão). (Por Anderson Antunes)