09.06.2017  /  10:19

Leandra Leal terá trio elétrico na Parada LGBT de SP com suas “Divinas Divas”

Cena de “Divinas Divas” e a diretora Leandra Leal || Créditos: Divulgação
Cena de “Divinas Divas” e a diretora Leandra Leal || Créditos: Divulgação

O longa “Divinas Divas”, que tem direção de Leandra Leal e estreia programada em São Paulo para o dia 22 deste mês, terá um trio elétrico próprio na Parada LGBT de São Paulo, marcada para acontecer no próximo dia 18. O filme conta a história da primeira geração de travestis brasileiros, resgatando a trajetória de oito artistas pioneiras: Rogéria, Jane Di Castro, Waléria, Camille K, Fujika de Halliday, Eloína dos Leopardos, Marquesa e Brigitte de Búzios, os primeiros homens que se travestiram de mulher nos palcos cariocas nos anos 1960, quando o Brasil vivia sob rígida ditadura militar. Todas elas se apresentavam no Teatro Rival, fundado pelo avô de Leandra e nas mãos da família Leal até hoje, sob administração de Leandra, que recebeu o comando pelas mãos de sua mãe, a atriz Angela Leal. “Estamos muito felizes de poder participar da maior parada LGBT do mundo. Nosso filme é também uma bandeira na luta pelos direitos LGBT, queríamos muito contribuir com esse evento e também celebrar o lançamento do filme”, contou Leandra com exclusividade ao Glamurama.

Para completar, a banda Acadêmicos do Baixo Augusta é quem vai animar os participantes de uma das paradas mais populares do mundo e quem completa o time musical? Tulipa Ruiz, Fafá de Belém, o DJ Tutu Moraes e claro, as próprias Divinas Divas. A parada começa às 11h da manhã e dura até o sol se pôr. Agende-se! Em tempo: vale lembrar que “Divinas Divas” ganhou o prêmio de Melhor Filme pelo voto popular na Mostra Global do festival South by Southwest (SXSW) nos Estados Unidos e vai ganhar pré-estreia no dia 13 de junho no Cine Belas Artes, em São Paulo. (Por Matheus Evangelista)

O filme “Divinas Divas” terá seu próprio trio elétrico na Parada LGBT 2017 de São Paulo || Créditos: Divulgação
O filme “Divinas Divas” terá seu próprio trio elétrico na Parada LGBT 2017 de São Paulo || Créditos: Divulgação