Leandra Leal: engajada

Leandra Leal: “Faço parte do novo ativismo. Tive uma criação permissiva”

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
Leandra Leal: engajada

Leandra Leal está no elenco de “Saramandaia” e compareceu à coletiva de imprensa da novela, nessa terça-feira no Projac. Rara oportunidade de conversar com a atriz, muito reservada, para não dizer quase muda, quando abordada em pré-estreias ou outros eventos sociais. Então, puxamos papo, comentando sobre seu lado politizado.

* “Luto pela liberdade, pelo bem estar comum e pelo respeito ao próximo. Sou idealista. Faço parte de um novo ativismo, que não é mais partidário. Minhas bandeiras são a cultura e os direitos civis individuais. Tenho um documentário sobre a primeira geração de travestis e defendo a causa GLBT. Tive uma criação permissiva, livre e com o amor como base, mais que a moral ou a educação.” Dá pra adivinhar que a relação com sua mãe [a atriz Angela Leal] é das melhores, sem brigas? “Que nada. Põe duas mulheres fortes em uma casa. Não vai sair briga? Mas temos o maior amor e orgulho uma da outra.  Saí de casa aos 18 anos, mas só pude ganhar o mundo porque ela me criou muito bem. Minha mãe é foda.”

* Leandra citou a importância da internet na mobilização da população. “Graças às redes sociais, cada vez mais as pessoas de todos os setores estão dando as caras. O que está acontecendo agora na Turquia tem tudo a ver com isso. O movimento ‘Fora Feliciano’ foi totalmente virtual, e o apoio a ele também. A questão é sair da ideia e virar ação. Esse é o turning point, e aí o funil é grande. Mas não podemos deixar de tentar.”