28.11.2019  /  8:16

Lançado há um ano, livro de memórias de Michelle Obama se torna o mais vendido da história

Michelle Obama || Créditos: Reprodução

Agora é oficial: “Minha História”, que chegou às livrarias de todo mundo pouco mais de um atrás, já pode ser descrito como o livro de memórias mais vendido de toda a história, com algo perto de 11 milhões de cópias comercializadas em todo o mundo. Traduzindo em cifras, é algo que equivale a mais de US$ 200 milhões (R$ 851,8 milhões) em receitas. A obra, é claro, é assinada pela ex-primeira-dama dos Estados Unidos Michelle Obama, e foi muito bem recebida pela crítica na ocasião de seu lançamento.

Chamado de “um relato bem pessoal” pela autora e traduzido até agora para 24 línguas, “Becoming” (no título original) já tinha batido alguns outros recordes, como o de livro mais vendido nos EUA em 2018, que conquistou em 15 dias. E isso levando em conta todos os gêneros literários disponíveis no país onde mais se vendem livros e existem mais de 3 mil editoras.

Na semana passada a mulher do ex-presidente americano Barack Obama também tinha rendido notícias por causa de sua indicação ao Grammy 2020, o Oscar da música, justamente pela gravação do audiobook do livro. Ela concorre na categoria de Melhor Álbum Falado junto com outros veteranos da dublagem, como o cineasta John Waters, e agora faz parte do clube de poderosos que já foram indicados à mesma honraria, entre eles Hillary Clinton, Martin Luther King e Jimmy Carter. (Por Anderson Antunes)