03.03.2020  /  10:20

Lá vem (mais) polêmica: livro de memórias de Woody Allen já tem data para ser lançado

Woody Allen || Créditos: Reprodução

Há anos no forno, o comentado livro com as memórias de Woody Allen finalmente tem data para chegar às livrarias do hemisfério norte: 7 de abril. Intitulada “Apropos of Nothing” (algo como “A Propósito de Nada”), a obra será publicada nos Estados Unidos, Canadá, França, Itália e Alemanha pela editora americana Grand Central Publishing, uma subsidiária da gigante francesa Hachette Book Group, e terá revelações feitas pelo cineasta sobre sua carreira e vida pessoal que prometem causar muito barulho sobre aquele que já é um dos artistas vivos mais polêmicos de Hollywood.

Os conturbados relacionamentos dele, claro, também serão tratados na autobiografia, principalmente seu namoro de longa data com Mia Farrow, que terminou com a acusação, feita em 1992, de que o responsável por clássicos do cinema como “Noivo Neurótico, Noiva Nervosa” e “Manhattan” abusou sexualmente a herdeira dos dois, Dylan Farrow. Cinco anos depois, Allen subiu ao altar com Soon-Yi Previn, filha adotiva da eterna estrela de “O Bebê de Rosemary”.

Allen cogitou escrever suas experiências em 2003, a convite da editora americana Penguin, mas desistiu da ideia em pouco tempo. De lá até 2014, ele emplacou vários sucessos na telona, mas voltou a ser alvo de acusações feitas por Dylan quando esta reviveu em um artigo que assinou para o “The New York Times” o suposto crime sexual do qual teria sido vítima. Praticamente no ostracismo desde então, o diretor ainda não conseguiu um distribuidor para seu último filme, “Rifkin’s Festival”, que é estrelado por Gina Gershon e Christoph Waltz. (Por Anderson Antunes)