23.06.2020  /  11:30

Kendall e Kylie Jenner são acusadas de calote após cancelamento de coleção da marca que leva seus nomes

Kendall e Kylie Jenner || Créditos: Reprodução

Não bastasse ter perdido o título de bilionária “self-made” mais jovem da história, acusada de falsificar documentos , Kylie Jenner agora está sendo criticada por um suposto calote que deu nos fornecedores da marca de lifestyle que fundou com a irmã, Kendall, a Kendall & Kylie. Com vendas na casa dos US$ 100 milhões (R$ 517,4 milhões) anuais e presente em vários países, além dos Estados Unidos, a Kendall & Kylie é gerida pela empresa americana Global Brands Group, que por sua vez precisou apertar o cinto em razão da crise causada pelo novo coronavírus, cancelando do dia pra noite vários pedidos de roupas e afins para as linhas de primavera/verão desse ano.

O problema é que as empresas que forneceriam esses itens já tinham providenciado a maior parte da produção e, como consequência do cancelamento anunciado pela Global Brands Group, agora ficarão a ver navios, sem receber um tostão para cobrir os gastos que já tiveram. Como era de se esperar, as orelhas de Kylie e Kendall estão fervendo mais do que nunca por conta do imbróglio, com até mesmo alguns dos fãs delas as acusando de insensíveis, ao passo que outros pedem que as sisters ajudem financeiramente aqueles que foram prejudicados pela decisão sem aviso prévio da Global Brands Group.

Dinheiro certamente não faltaria para as duas: Kylie, apesar de não ser mais membro do clube dos dez dígitos, continua riquíssima. Já Kendall desbancou ninguém menos que Gisele Bündchen na lista das modelos mais bem pagas do mundo em 2017, e de lá pra cá se manteve como a número um ano após ano. E agora? (Por Anderson Antunes)