06.06.2018  /  11:09

Kate Spade cometeu suicídio dias depois de receber pedido de divórcio do marido

Andy e Kate Spade || Créditos: Getty Images

Aos poucos começam a surgir mais informações sobre a morte trágica de Kate Spade – o corpo da estilista foi encontrado nessa terça-feira no apartamento onde ela morava com a filha, Frances Beatrix Spade, na Park Avenue, em Nova York, em um aparente suicídio. A cofundadora da marca de bolsas e acessórios que leva seu nome sofria há anos de depressão, mas sempre se recusou a buscar tratamento. Um pedido de divórcio feito dias antes pelo marido e ex-sócio, Andy Spade, teria sido o baque final que a fez decidir pôr fim à própria vida.

Kate, de 55 anos, teria inclusive mencionado isso em um bilhete que deixou para a herdeira, de 13. “Isso não tem nada a ver com você”, ela escreveu. “Não se sinta culpada. Questione seu pai”. Em entrevista ao jornal “Kansas City Star”, a irmã dela, Reta Staffo, contou que já esperava por notícias ruins há tempos. “Ela era uma garota super animada que não conseguiu lidar com a pressão e o estresse causados pelo trabalho”, Reta disse à publicação.

Kate e Andy criaram a Kate Spade New York em 1993, e se casaram no ano seguinte. Os dois venderam parte da empresa em 1999 para a Neiman Marcus, que em 2006 comprou a fatia restante mantida por eles no negócio. No ano passado, a Kate Spade New York trocou de mãos mais uma vez quando foi adquirida pela gigante americana Tapestry, Inc., dona da Coach, por US$ 2,4 bilhões (R$ 9,2 bilhões). (Por Anderson Antunes)