10.07.2019  /  10:21

Kanye West é indicado como o novo bilionário do pedaço, mas ainda não ostenta esse título. Glamurama explica!

Kanye West || Créditos: Reprodução

Ao contrário do que foi publicado nas últimas horas por vários sites de todo o mundo, Kanye West não é o mais novo bilionário do pedaço – apesar do rapper estar no caminho certo para que sua fortuna eventualmente atinja os dez dígitos. É que a Yeezy, marca de tênis dele em parceria com a adidas, finalmente deslanchou e deverá terminar 2019 com vendas totais na casa do US$ 1,5 bilhão (R$ 5,6 bilhões), cerca da metade do que fatura anualmente a icônica Air Jordan de Michael Jordan, que se tornou o atleta mais rico do mundo graças ao negócio. Trata-se de um inegável sucesso, mas no fim das contas, a parte do marido de Kim Kardashian nesse montante não deverá ultrapassar os 10%.

Alem disso, e quando levados em conta os altos impostos cobrados nos Estados Unidos de quem ganha mais de US$ 600 mil (R$ 2,26 milhões) por ano, West deverá chegar a dezembro com cerca de US$ 100 milhões (R$ 376,7 milhões) extras em sua conta bancária, lembrando que o patrimônio pessoal dele no momento é estimado em US$ 160 milhões (R$ 602,7 milhões). Para entrar no clube do bilhão, portanto, falta bastante, e por enquanto o único integrante do universo do hip hop que pode ser chamado de bilionário é mesmo Jay-Z, que conquistou o título no começo de junho. (Por Anderson Antunes)