03.12.2017  /  8:00

Kanye West é alvo de processo por dívida de US$ 228 mil com empresária da Turquia

Kanye West || Créditos: Getty Images

Dos cerca de US$ 53 milhões (R$ 172,8 milhões) que Kanye West está devendo na praça, o valor de US$ 228 mil (R$ 743,5 mil) é referente a comissões de uma empresa da Turquia cujos serviços ele contratou em julho de 2015 mas aparentemente esqueceu de pagar a conta. O caso chegou à justiça dos Estados Unidos nesta semana, já que a dona da empresa em questão – Derya Gulseven – decidiu processar a West Brands Fashion LLC, controlada pelo rapper, para tentar receber o que afirma ter direito.

Nos papéis da ação, datados do último dia 22, ela afirma que Kanye a procurou pessoalmente para lhe pedir que encontrasse fábricas têxteis em Istambul dispostas a produzirem as peças da marca de roupas dele, a Yeezy, em um acordo que acabou saindo e totalizou mais de US$ 1,2 milhão (R$ 3,9 milhões). Como tudo deu certo nessa primeira vez, eles repetiram a parceria meses depois para a produção de mais uma leva de roupas, desta vez ao custo de mais de US$ 2,4 milhões (R$ 7,8 milhões).

O problema, segundo Derya, é que a parte dele em ambos os contratos não foi honrada, e agora ela está atrás de uma indenização por ressarcimentos financeiros e mais uma bolada, ainda a ser definida, por danos morais. Kanye, que nunca fez cerimônia sobre as dívidas que tem, já chegou a apelar até para Mark Zuckerberg a fim de resolver suas pendengas: no começo do ano passado, em um post no Twitter, o autointitulado “maior artista vivo de todos os tempos” pediu US$ 1 bilhão (R$ 3,26 bilhões) ao cofundador do Facebook. (Por Anderson Antunes)