03.07.2017  /  10:44

Juliano Cazarré zera críticas a Walcyr Carrasco e fala sobre nova novela dele

amor à Juliano Cazarré || Créditos: Reprodução/ Instagram

Juliano Cazarré está superempolgado com sua volta às novelas em “O Outro Lado do Paraíso”, substituta de “A Força do Querer” na faixa das nove da Globo. A trama é de Walcyr Carrasco, com quem o ator fez “Amor à Vida”. Só que, lá em 2014, Juliano fez algumas críticas ao trabalho do autor, por conta das mudanças no perfil de seu personagem, Ninho, que acabou virando vilão. Na época, ao saber de rumores de que ele andava insatisfeito com o texto, fomos perguntá-lo sobre o assunto. “Essa novela é doida. O Felix [Mateus Solano] agora é o herói! Não sei de mais nada. Recebo [as mudanças] com desespero. Ah, agora sou rico? Não era pobre e hippie? Foi um desafio, mas isso é bom”, nos disse. Walcyr chegou a responder à crítica: “Se ele matou uma mulher a tesouradas, ajuda a amante a roubar o dinheiro do marido e a beija na frente dele, que é cego, e ainda não sabe se é vilão, não tenho nada a comentar”.

“Foi difícil tanto para o Walcyr quanto para mim”

Aproveitamos a nova parceria dos dois para saber com Juliano se tudo foi zerado. “Não lembro exatamente o que quis dizer na época, já faz muito tempo. Mas com certeza foi difícil tanto para o Walcyr quanto para mim encontrarmos o tom certo do Ninho. O personagem empobreceu, enriqueceu, foi bom, foi mal, pareceu que ia se redimir, de repente não. E acho que no final da novela a gente encontrou um caminho coerente ali, na maldade. Foi muito legal fazer esse final. Estou com saudade da televisão, estou louco para começar logo”.

E a pergunta que não quer calar: o novo papel é de vilão ou de mocinho? “Com certeza está mais para o lado dos vilões, o que é bem interessante, porque meus dois últimos personagens na televisão foram de comédia. Ele vai ser do núcleo do garimpo, meio que um capataz, mas sei pouco ainda. Estou cheio de expectativa para contracenar com Marieta Severo e Fernanda Montenegro [também no elenco]. Sou fã das duas e estou louco para que essa hora chegue. Vai ser um sonho realizado”.

“Com parcimônia porque sou pai de família, estou velho”

Outra paixão do ator? Os esportes. Amante da corrida e da natação, recentemente ele passou a treinar triathlon. “Mudou um pouco a minha rotina porque incluí a bicicleta. Tudo é tranquilo, é amador, mas, para me dedicar ao triathlon, precisei diminuir outra atividade, estou surfando menos. Acabei de correr a Meia Maratona do Rio de Janeiro, foram 21km percorridos. Vou tentando dar um jeito de fazer as três modalidades, mas com parcimônia, com tranquilidade, porque sou pai de família, estou velho [risos]. Não pratico nada pensando em fazer o melhor tempo da prova. É para me divertir. Quando eu era criança, brincava de várias coisas. Hoje a minha brincadeira é o esporte”.

Alguma dica para quem quer praticar triathon? “A minha dica é que tenham dedicação e foco. Envolve três modalidades diferentes, então uma sugestão pode ser treinar uma por dia, alternadamente. E que acima de tudo seja um momento para se divertir, uma maneira de cuidar da saúde e ficar mais próximo do esporte”. A família de alguma forma acompanha essa rotina? “Sempre tento incentivar meus filhos a estarem em contato com a natureza. Agora estou surfando perto de casa, no Recreio, e levo eles comigo. Entramos no mar, jogamos frescobol… Eles também fazem aula de natação e eu levo os dois para andarem de bicicleta pelo condomínio. Eles gostam muito de praticar esportes”. (por Michelle Licory)

Juliano Cazarré || Créditos: Reprodução/ Instagram