03.11.2020  /  15:36

Juliana Paes fala sobre carreira, cabelo natural e o sonho do terceiro filho: “Tenho muita vontade de ter uma Julianinha”

Juliana Paes / Crédito: Instagram

Juliana Paes é exemplo quando o assunto é simpatia e, em live com o publicitário Celio Ashcar, ela abriu o coração sobre diversos aspectos da vida, começando pelo novo visual. Durante a quarentena, Juliana Paes assumiu os cachos até então desconhecidos pelo público. Segundo ela, a mudança não foi repentina e aconteceu no momento certo. “Não foi do dia para a noite. Aconteceu naturalmente. Um belo dia deixei o cabelo secar de forma natural, coisa que durante as gravações não tem como fazer porque chegamos de cabelo molhado e fazemos uma escova. Então a pandemia me permitiu isso”, explicou. “Quando deixei secar, vi que os meus cachos estavam lindos e lembrei como eu era. Então pensei: ‘gente, eu sou assim, sou cacheada. Por que eu continuo alisando?’ Claro que já tinha aparecido com o cabelo mais natural em público algumas vezes, mas acho que esse foi o momento certo. A pandemia fez com que as pessoas entrassem em um processo de reflexão”, concluiu.

Em um dos quadros da atração, Celio fez perguntas dos fãs para Juliana, que respondeu a pergunta que todos gostariam de saber: se ela pretende aumentar a família. “Essa pergunta é complicada. Eu tenho muita vontade de ter uma Julianinha, mas tenho medo. Não em relação aos processos da maternidade, mas educar é muito difícil. Exercitar a maternidade plenamente trabalhando do jeito que a gente trabalha, é complicado”, diz ela, revelando que se tivesse uma menina, o bebê se chamaria Helena ou Rosa”.

Outro questionou qual o momento favorito da atriz com seus filhos: “É a hora de dormir. Aqui em casa, são dois meninos. O Pedro vai fazer 10 anos e o Antonio fez 7. Durante o dia é difícil agarrá-los ou dar um abraço. Eles são escorregadios e se batem o dia inteiro. Então, na hora de botar para dormir, coloco cada um de lado e consigo ter um momento com eles. Os dois pedem para fazer arranho, que é quando eu passo essa minha unha enorme pelas costas deles. Eles adoram e ficam molhinhos”, revelou.

Juliana também foi questionada sobre o início de sua carreira quando interpretava personagens mais sensuais, até que mais recentemente deu vida a mulheres mais empoderadas e donas de si, como a Maria da Paz, da novela ‘Dona do Pedaço’. A atriz revelou que chegou a temer ficar presa num mesmo perfil de papéis, mas foi a sua intuição que fez com que ela persistisse na carreira: “Tive muito medo. Nesses primeiros personagens, o que foi me foi pedido era isso: beleza e sensualidade. Mas sempre fui muito intuitiva e pensava que se a chance me foi dada dessa maneira precisava aproveitar da melhor forma possível. De repente, seria mais fácil recusar, não aceitar fazer novamente uma personagem sexy, mas alguma coisa me dizia que se eu fizesse bem, respeitando os processos e as pessoas, deixaria uma marca não só no público, como nas pessoas que trabalhavam comigo. Sempre acreditei muito nisso. Então peguei os papéis do jeito que vieram e tentei trabalhar da melhor maneira possível. De alguma forma a vida vai reconhecendo esses esforços”, disse a atriz.