29.05.2020  /  11:56

Jornalista Gilberto Dimenstein morre aos 63 anos, em São Paulo, vítima de câncer

Gilberto Dimenstein || Créditos: Reprodução

O jornalista Gilberto Dimenstein morreu aos 63 anos, na manhã desta sexta-feira, em São Paulo, depois de lutar contra um câncer que começou no pâncreas, em 2019. A informação foi confirmada por familiares e o enterro está marcado para este domingo.

Ao longo da carreira, Dimenstein escreveu mais de 10 livros, ganhou diversos prêmios e mostrou seu talento em veículos como rádio “CBN”, “O Globo”, “Correio Braziliense”, “Veja” e a “Folha de S. Paulo”, em que atuou por quase 30 anos como colunista, diretor e correspondente internacional e deu voz para a importância da educação e a preservação do meio ambiente. Também ganhou reconhecimento ao deixar do jornal para se dedicar ao portal “Catrata Livre”, voltado para o jornalismo educativo e que sempre priorizou os projetos culturais gratuitos na cidade de São Paulo. Glamurama se solidariza com a família de Dimenstein e lamenta a morte de um dos jornalistas mais dinâmicos dos últimos tempos e que sempre buscou uma perspectiva positiva da vida, mesmo nos momentos mais difíceis.