22.06.2018  /  7:31

John Oliver é censurado na China depois de comparar presidente do país a Winnie the Pooh

John Oliver durante o programa do último domingo || Créditos: Reprodução

O comediante britânico John Oliver, que apresenta um programa de sucesso na HBO dos Estados Unidos, não aparece mais nos principais sites da China desde as últimas horas dessa quinta-feira. O motivo do “block” tem a ver com um comentário que ele fez na edição da atração que foi ao ar no último domingo, no qual comparou o presidente do país asiático, Xi Jinping, com o personagem Winnie the Pooh, e ainda cometeu o pecado de mencionar os supostos campos de concentração de lá criados com o objetivo único de doutrinar membros da minoria muçulmana chinesa.

Quem tentar publicar algo contendo “John Oliver” no Weibo, uma espécie de Twitter chinês, vai ser informado de que o termo é proibido “por conter informações que violam leis e regulações relevantes”, e o mesmo está acontecendo em outras redes sociais de lá. Oliver não é estranho a polêmicas, e costuma brilhar em momentos de altas tensões globais. Um vídeo com ele criticando a FIFA pela organização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, aliás, viralizou naquele ano entre os brasileiros e é até hoje um dos mais vistos dele no Youtube. (Por Anderson Antunes)

*

Quem quiser assistir o vídeo polêmico de Oliver criticando o presidente chinês, é só dar um play aí embaixo [áudio em inglês]: