26.11.2019  /  10:45

Joaquin Phoenix, que abriu mão de salário para estrelar “Coringa”, vai embolsar uma bolada. Entenda!

Joaquin Phoenix em cena de “Coringa” || Créditos: Reprodução

Um dos maiores hits do ano nas telonas, “Coringa” tem tudo para transformar Joaquin Phoenix no ator mais bem pago do cinema em 2019. Basta dizer que o filme dirigido por Todd Phillips já arrecadou perto de US$ 1,1 bilhão (R$ 4,67 bilhões) nas bilheterias internacionais, e uma parte considerável dessa bolada irá para o bolso do ator, que abriu mão de seu salário usual de US$ 6,5 milhões (R$ 27,6 milhões) por produção em troca de uma participação estimada entre 4% e 5% no longa sobre o vilão mais famoso da DC Comics.

E a melhor parte é que o salário fixo dele a partir de agora também deverá ser maior, na casa dos US$ 15 milhões (R$ 63,8 milhões). Phoenix também deverá manter as mesmas vantagens nas continuações de “Coringa” programadas – já foram confirmadas ao menos duas nos próximos cinco anos.

Phillips também trocou o salário por comissão, só que no caso do cineasta as cifras que lhe serão pagas pela Warner Bros., responsável pelo arrasa-quarteirão são ainda mais altas, de US$ 100 milhões (R$ 425,1 milhões) pra cima.

Em tempo: o filme mais assistido desse ano nos cinemas internacionais foi “Vingadores: Ultimato”, que arrecadou US$ 2,7 bilhões (R$ 11,5 bilhões) com a venda de ingressos. Completam o Top 5 “O Rei Leão” (US$ 1,6 bilhão/R$ 6,8 bilhões), “Homem-Aranha: Longe de Casa” (US$ 1,1 bilhão/R$ 4,67 bilhões), “Capitã Marvel” (US$ 1,1 bilhão/R$ 4,67 bilhões), e “Toy Story 4” (US$ 1 bilhão/R$ 4,25 bilhões). (Por Anderson Antunes)