29.05.2014  /  8:00

Joaquim Monteiro de Carvalho: “Na favela, ninguém se sente discriminado”

Joaquim Monteiro de Carvalho é de uma das famílias mais tradicionais – e famosas – do Rio. Mas não tem frescura: gosta de aproveitar a cidade em todas as suas nuances e, sim, frequenta favelas. “Vem ver aqui no meu celular! Tenho um arquivo que salvei como ‘Só Alegria – Rio’, com meus lugares preferidos. Olha o primeiro da lista! É o Bar do Omar, no Morro do Pinto [em Santo Cristo]”, nos contou o empresário.

* “Esses lugares têm os melhores visuais. Mas não vou sozinho: junto os amigos e vamos todos de van”, disse, nos surpreendendo mais uma vez. “Adoro o calor humano, a atmosfera, a leveza. E a cerveja gelada. Na favela, ninguém se sente discriminado. É o melhor ambiente porque todo mundo se sente bem.”