12.09.2018  /  9:53

João Vicente de Castro e Vitoria Strada respondem na lata se estão juntos: vem ler!

João Vicente de Castro e Vitoria Strada || Créditos: Juliana Rezende

Vitoria Strada acabou de aparecer para o grande público, de cara como protagonista, na novela das seis “Tempo de Amar”, da Globo. E nem teve tempo de respirar. Veio a trama substituta da faixa de horário, “Orgulho e Paixão”, e Vitoria já vai voltar, de novo no papel principal, na sucessora “Espelho da Vida”. A atriz tem jeito de “mocinha” também na vida real: supermeiga, doce. E com a exposição, a fama, vem a curiosidade das pessoas sobre sua intimidade. Há rumores de que ela teria se envolvido com seu par romântico em cena, João Vicente de Castro.

“Um laço muito forte…. Mas juro que não combinamos”

Perguntamos pra ela se é verdade. “Estamos juntos diariamente trabalhando na novela”. E na vida real? “Não, eu estou solteira. Solteira, solteira…” Se eles “ficaram” ela não disse, mas até sobre terem escolhido tons parecidos de roupa para o evento de lançamento da novela – essa terça-feira no Rio – ela respondeu. “É a sinergia da novela [que fala sobre amores, e desafetos, de outras vidas]. É que a gente formou uma família nos bastidores, tem um laço muito forte. No começo das gravações, éramos só eu, o João e o Pedro [Vasconcellos, direitor] o tempo inteiro. Agradeço pelos parceiros que estou tendo e o João é um deles. É uma questão de não ter ego, de fazer um trabalho lindo… Está sendo especial. São pessoas especiais. E juro que não combinamos a roupa…”

“Se ajustar… E segue o baile”

Glamurama quis saber se ela já se sente preparada para responder sobre sua vida pessoal. “Essa questão da fama… A carreira de atriz eu procurei, a fama não. É clichê, mas é consequência do meu trabalho. Fui me acostumando aos poucos. Não fiquei pensando em como me preparar. Sou muito agradecida porque quando me perguntam, é educadamente, com respeito. Se alguém fizer uma pergunta desrespeitosa, na hora vou ter que me preparar, saber como reagir. Até agora não tive nenhuma situação indelicada. Tem sido assim: os desafios vão aparecendo e vou me acostumando. Como a Cris, minha personagem: os desafios vão aparecendo, ela tem que se ajustar… E segue o baile”.

“Tadinha, é uma menina”

Claro que também perguntamos para o João sobre esses rumores… Comentamos que mesmo muito nova e começando na carreira, Vitoria já precisou responder sobre especulações como “gente grande”. E aí, João, é verdade que estão juntos? “Vocês perguntaram isso pra ela? Tadinha, gente. Não estamos juntos. É uma menina de 21 anos. Não faz isso com ela”.

“Não justifica a violência”

Na trama, os dois são apaixonados, mas ele começa a ser bastante grosseiro com a namorada quando chega em sua cidade natal e revisita o passado. “Ele está sofrendo, mas não justifica a violência. Violência que eu digo não é agressão física, é psicológica. Acho que não se deve gritar com uma mulher, nem mulher com homem. Não se deve gritar. No meu último namoro… Estava conversando com a minha ex-namorada e comentamos que a gente nunca gritou um com outro, não teve uma discussão assim… Xingamento? Isso é muito feio. A gente aprendeu… Eu aprendi, de certa forma, que isso é aceitável. Não é. Mas às vezes as pessoas fazem, e quando fazem têm que sofrer as consequências – e acho que meu personagem sofre as consequências dessas atitudes impensadas que toma. A vida ensina, a vida bate na gente. A própria mulher enfrentar e não permitir ser tratada dessa maneira… Isso já é uma consequência. E ver a mulher amada se decepcionar também…” (por Michelle Licory)