Créditos: Bruna Guerra

João Batista Ciaco assume presidência da Casa Fiat de Cultura. Aos detalhes!

26.10.2018  /  18:17

João Batista Ciaco, presidente da Casa Fiat de Cultura || Créditos: Leo Lara/Studio cerri

Dia especial para a Casa Fiat de Cultura. O primeiro espaço cultural de uma empresa de automóveis no Brasil, que fica em Belo Horizonte, recebeu a imprensa nesta sexta-feira em uma coletiva e almoço para apresentar seu novo presidente: João Batista Ciaco. Com o anúncio, o diretor de Brand Marketing Communication da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) para a América Latina, passa a ocupar o posto que foi de José Eduardo de Lima Pereira por 12 anos, que agora vai atuar como Conselheiro Cultural.

O presidente da FCA para a América Latina e do Conselho Deliberativo da Casa Fiat de Cultura, Antonio Filosa, anunciou a transição na instituição e destacou: “Estamos cada vez mais comprometidos e conectados com Minas Gerais. A Casa Fiat de Cultura é uma expressão do compromisso da Fiat com o desenvolvimento social, humano e cultural através da difusão da arte.

“Ao longo dos 12 anos em que foi dirigida por José Eduardo de Lima Pereira, a Casa Fiat de Cultura tornou-se ponto de encontro da inteligência, consolidou-se como um difusor da cultura e, acima de tudo, como um espaço de relacionamento da Fiat com a comunidade que tão bem a acolheu 42 anos atrás”, afirmou João Batista Ciaco. “Acreditamos sobretudo na importância e na força da arte para a formação das pessoas, para a educação dos jovens e para o aprimoramento da própria sociedade”, acrescentou o novo presidente.

João Batista Ciaco, Antonio Filosa e José Eduardo de Lima Pereira || Créditos: Leo Lara/Studio cerri

Sobre a transição na presidência da instituição, José Eduardo de Lima Pereira ressaltou: “Conheço João Ciaco há muitos anos, sei de sua enorme capacidade de trabalho e sensibilidade para as nuances culturais. Fico feliz de vê-lo à frente da Casa e será um prazer colaborar com entusiasmo para a sua atuação.”

Instalada no Circuito Cultural Praça da Liberdade, em Belo Horizonte, a Casa Fiat de Cultura realizou 47 exposições nacionais e internacionais que somam a exibição de duas mil obras apresentadas a cerca de 2,5 milhões de visitantes, além de onze exposições itinerantes, que contemplaram cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Brasília e Buenos Aires.