Jill Biden faz história ao manter a palavra e conciliar compromissos como primeira-dama dos EUA e a carreira de professora

1 Compartilhamentos
1
0
0
0
0
0
Jill Biden || Créditos: Reprodução/Instagram

Apesar de ser primeira-dama dos Estados Unidos desde janeiro deste ano, Jill Biden não via a hora de voltar às salas de aula. Com doutorado em liderança educacional, Jill já havia dado o tom, ainda durante as campanhas presidenciais, de que não pretendia parar de lecionar caso o marido fosse eleito.

Com a vitória de Joe Biden, ela seguiu firme com sua palavra e, atualmente, equilibra a agenda atarefada de compromissos da Casa Branca com seu trabalho em tempo integral como professora de redação na Northern Virginia Community College. “Como Joe sabe ensinar é a minha paixão, minha vida”, afirmou ela em entrevista à revista norte-americana “People”.

Joe Biden, por sua vez, se revelou um grande incentivador e chegou a comentar que se surpreende com a quantidade de energia de Jill. “A idade média dos alunos dela é de 28 anos. Ou seja, são pessoas que estão lutando. Não são estudantes que se formaram na escola e logo ingressaram no ensino superior, mas que estão refazendo suas vidas. Isso é uma inspiração”, contou o presidente.

Ao tomar a decisão de não abrir mão de sua profissão, Jill entra para a história como a primeira first lady a conciliar carreira com as responsabilidades públicas. Apesar do pioneirismo, a primeira-dama sempre nega, com tranquilidade, quando é perguntada se encara sua escolha como um “marco histórico”. Além disso, Jill é a primeira esposa presidencial a ser tratada pelo título de Doutora. Girl Power!