Jeremy Scott ao lado de Katy Perry usando modelo da coleção de outono/inverno 2015 || Créditos: Getty

Jeremy Scott e Moschino são acusados de plágio por grafiteiro

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
 Jeremy Scott ao lado de Katy Perry usando modelo da coleção de outono/inverno 2015 || Créditos: Getty
Jeremy Scott com Katy Perry e o muro com a obra copiada || Créditos: Getty Images

A quarta-feira de Jeremy Scott não está nada tranquila. Parece que o insight do estilista de levar arte de rua à passarela da Moschino, de quem é diretor criativo há pouco mais de 1 ano, pode custar um preço alto tanto para ele, quanto para a marca. O grafiteiro Joseph Tierney, conhecido como Rime, entrou com uma ação judicial contra criador e marca nessa terça-feira, alegando que o artista usou, sem autorização, traços de um paredão pintado por ele em Detroit em 2012 na coleção de outono/inverno 2015 da Moschino.

Na ação judicial, o artista pede que a marca retire de circulação os produtos que levam as estampas de sua autoria e que ainda pague a ele uma quantia relativa ao uso indevido. A Moschino ainda não se pronunciou a respeito.

Moschino por Jeremy Scott coleção de outono/inverno 2015 || Créditos: Getty Images
Moschino por Jeremy Scott coleção de outono/inverno 2015 || Créditos: Getty Images