Jennifer Lawrence lidera mais uma vez lista das atrizes mais bem pagas

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
cine ricas
Jennifer Lawrence, Melissa McCarthy, Scarlett Johansson, Jennifer Aniston, Fan Bingbing, Charlize Theron e Julia Roberts estão entre as mais bem pagas || Créditos: Getty Images

Pelo segundo ano consecutivo, Jennifer Lawrence ocupa a primeira posição no ranking da revista americana “Forbes” com as atrizes mais bem pagas do mundo. Segundo a publicação, ela embolsou US$ 46 milhões (R$ 148,5 milhões) entre junho de 2015 e junho deste ano, período em que foi vista na telona em grandes produções, como “Jogos Vorazes: A Revolta – Parte 2”, que faturou mais de US$ 650 milhões (R$ 2,1 bilhões) nas bilheterias internacionais. A atriz, no entanto, recebeu quase a metade do valor (US$ 21 milhões, – R$ 67,8 milhões) longe do cinema, e graças a contratos publicitários com empresas como a companhia aérea Emirates e a marca de água mineral Smartwater.

O segundo lugar na lista é ocupado pela comediante do momento em Hollywood, Melissa McCarthy, que faturou US$ 33 milhões (R$ 106,5 milhões), a maior parte proveniente do salário de oito dígitos que ela recebeu para participar do remake de “Caça-Fantasmas”.

Completam o top 10 das mais bem pagas Scarlett Johansson (US$ 25 milhões, R$ 80,7 milhões), Jennifer Aniston (US$ 21 milhões, R$ 67,8 milhões), a atriz chinesa Fan Bingbing (US$ 17 milhões, R$ 54,9 milhões), Charlize Theron (US$ 16,5 milhões, R$ 53,3 milhões), Amy Adams (US$ 13,5 milhões, R$ 43,6 milhões), Julia Roberts (US$ 12 milhões, R$ 38,7 milhões), Mila Kunis (US$ 11 milhões, R$ 35,5 milhões) e a atriz indiana e estrela de Bollywood Deepika Padukone (US$ 10 milhões, R$ 32,3 milhões).

De acordo com a “Forbes”, a lista com os atores mais bem pagos do mundo, que será divulgada nesta quinta-feira, deverá evidenciar a diferença de ganhos entre elas e eles – enquanto apenas quatro atrizes entre as mais bem pagas faturaram mais de US$ 20 milhões (R$ 64,6 milhões), o ranking com os homens deverá ter 18 nomes cujos rendimentos ultrapassaram a cifra. (Por Anderson Antunes)